A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

13/04/2015 06:55

Varanda de casa no Taveirópolis vira espaço para prática de yoga

Paula Maciulevicius
Todos os domingos, Yoga lá em casa é praticado das 9h às 10h30. (Foto: Fernando Antunes)Todos os domingos, "Yoga lá em casa" é praticado das 9h às 10h30. (Foto: Fernando Antunes)

Uma voz calma dá as orientações de como respirar e reconhecer os movimentos a cada postura. Na varanda da casa, tapetes de yoga tomam conta do espaço. A tranquilidade do domingo extingue o barulho dos carros na rua e a única coisa que se ouve são o cantar dos pássaros. 

Veja Mais
Clínica realiza palestras para sanar dúvidas sobre infertilidade conjugal
Peregrinos não precisam ir tão longe, nosso "Caminho de Santiago" fica a 60km

"O tempo de permanência nessa postura é livre. Se aplica o conceito da não violência e até onde você pode ir de forma saudável". A voz calma que orienta o exercício é do professor de yoga e dono da casa, Raphael Lugo Sanches, de 28 anos. É ele quem dá as coordenadas ao grupo de oito pessoas que pratica a yoga na varanda, no bairro Taveirópolis, em Campo Grande.

A voz tranquila que orienta é do professor e dono da casa, Raphael Sanches. (Foto: Fernando Antunes)A voz tranquila que orienta é do professor e dono da casa, Raphael Sanches. (Foto: Fernando Antunes)

"Aqui é um momento livre de qualquer papel social. Você não é pai, não é profissional, você é simplesmente independente dessas classificações. Tirando tudo isso, o que resta em você, que segundo o yoga, está além do exercício físico, além da nossa personalidade. Encare este momento como gratificação pelo esforço do seu corpo".

Os dizeres dão a entender que a aula já está por se encerrar. Com um mantra e seguido do "Namastê", Raphael termina aula onde é visível que todos saem mais leves.

Já na terceira edição, faz um mês que ele resolveu abrir a sua casa todos os domingos, das 9h às 10h30 para quem não pode ou não consegue praticar yoga durante a semana. Também foi o jeito de dar opções, para quem, por exemplo, não quer fazer em estúdio.

"A ideia é trazer as pessoas que não estudam ainda o yoga. De muitos aqui, este é o primeiro contato", comenta o professor. O valor é acessível, R$ 15,00 por domingo e mais R$ 5 no café da manhã opcional, da Flor do Mato cozinha vegetariana.

Público, como Mayla, é de quem está começando na prática do yoga. (Foto: Fernando Antunes)Público, como Mayla, é de quem está começando na prática do yoga. (Foto: Fernando Antunes)

O professor explica que por mais que o participante nunca tenha praticado, vai sentir o bem estar físico e mental, benefícios que com o tempo serão secundários. A essência do yoga, segundo Raphael, é a liberdade. "É comum ao ser humano se sentir desintegrado, numa sensação de incompletude. A ideia é que o yoga traga esse conceito de que não falte mais nada. Tudo o que você precisa está dentro de você, faz parte de você", resume.

Recreadora, Hermínia Bernal, de 55 anos e o marido Luiz Carlos Netto, de 60, eram dois dos alunos da aula deste domingo. Ela já pratica há algum tempo, ele só conhecia a filosofia de vista. Ambos participaram pela primeira vez ali.

"Através do yoga sinto que me dá prazer, me sinto bem, me alonga. É uma atividade que eu gosto por ser domingo e perto da minha casa", diz Hermínia. O marido só lamenta que ainda não tem a mesma elasticidade dos demais. "Não domino tanto, mas consigo atingir o objetivo de relaxamento", completa.

Estudante de Psicologia, Mayla Camargo, de 26 anos, está desde a primeira edição no projeto. "Eu nunca tinha praticado, mas desde que fiquei sabendo, estou participando. É mais acessível em termos de tempo e de dinheiro. E por ser domingo, a sua semana já começa melhor", afirma.

As aulas acontecem todos os domingos, com exceções de feriados e datas comemorativas, na Rua Padre Caetano Patané, 326. É necessário confirmar presença com antecedência pelo telefone 9228-2305. Informações também na Página do Facebook "Yoga lá em casa".

Casal Hermínia e Luiz praticam juntos pela primeira vez na varanda do Taveirópolis. (Foto: Fernando Antunes)Casal Hermínia e Luiz praticam juntos pela primeira vez na varanda do Taveirópolis. (Foto: Fernando Antunes)



Lindo projeto.
Paz não é algo que vem de fora
É algo que se cultiva e vem de dentro.

É algo que deve começar dentro de nós

Cada um tem a responsabilidade de fazer a paz crescer dentro de si para que a paz se torne um movimento geral.
"Dalai Lama"
 
Leila em 13/04/2015 14:32:40
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.