A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

21/07/2016 13:01

Conheça o raríssimo Go Net para Mega Drive, o jogo online esquecido de 1992

Micael Xbr e Edson Godoy
Conheça o raríssimo Go Net para Mega Drive, o jogo online esquecido de 1992

Dois jogadores, preto e branco, se revezam colocando uma pedra (peça do jogo) de sua própria cor em um ponto vazio (intersecção) da grade, em um tabuleiro de 19 × 19 linhas com o objetivo de fazer cadeias alinhadas para dominar o tabuleiro. Esse é o Go. Um jogo estratégico para tabuleiro de origem chinesa criado há cerca de 2.500 anos. O jogo é muito popular no leste da Ásia, mas sua popularidade aumentou exponencialmente no resto do mundo a partir do aparecimento dos primeiros jogos de Go nos PC’s no início dos anos 90.

Veja Mais
The Last of Us 2, novo Uncharted e tudo mais que rolou na PlayStation Experience
Last Guardian e Mario Maker no 3DS puxam lançamentos de dezembro

Nessa mesma época, mais precisamente em 1990, a Sega lançava para o Mega Drive o modem de 33,3kbps e a possibilidade de jogar online, algo que o Famicom da Nintendo não conseguiu dois anos antes, limitado apenas a receber notícias, previsão do tempo e fazer serviços bancários. O Mega modem da Sega além de receber esses serviços possibilitava que seus usuários jogassem alguns títulos online e ainda comprassem jogos e os baixasse direto para o console. Jogos simples, curtos e a preços baixos e se tivesse o cartucho de memória Toshokan do Mega Drive ainda poderia salvar vários deles nesse cartucho para jogar sem necessidade de baixar novamente.

Aproveitando então a popularidade do Go Online no Japão, que bombavam nos PC’s, em 1992 a SEGA lançou o cartucho "Go Net", um jogo de Mega Drive desenvolvido pela Aisystem Tokyo para ser jogado exclusivamente online, que combinado com o Mega Modem e um sistema de assinatura do serviço go-net, permitia jogar Go com outros proprietários do cartucho.

A Aisystem Tokyo foi uma empresa de tecnologia fundada em 1989, que era contratada com frequência por empresas como Sega, Taito, Bandai, Data East, Namco, Acclaim, Hot-B, Sammy, Virgin e tantas outras, para desenvolver jogos, ferramentas de desenvolvimento e animações em CG. Muito procurada para jogos do estilo Shmup – os “jogos de navinha” – trabalhou no desenvolvimento e de vários jogos como:

Final Blaster - 1990 - Pc Engine
Uchuu Senkan Gomora - 1991 - Mega Drive
Bad Omen - 1992 - Mega Drive
Darius Gaiden - 1996 - Saturn
Skull Fang: Kuuga Gaiden - 1997 - Saturn
G Darius - 1997 - Playstation
Change Air Blade - 1999 - Arcade

O cartucho Sun Sun, um dos primeiros jogos online a permitir cross-play na história.O cartucho Sun Sun, um dos primeiros jogos online a permitir cross-play na história.

No Go Net a Aisystem criou uma ferramenta que conectava o Mega Drive através do modem nos servidores de PC e os assinantes do serviço poderiam desafiar outros jogadores de Mega Drive.

Talvez por estar muito à frente do seu tempo, as vendas não foram boas para o Go Net. O servidor funcionou até 1995 quando os assinantes foram migrados para o PC Windows em 1996 e continua ativo até hoje (www.go-net.ne.jp). O Cartucho Go-Net completo é considerado um dos jogos mais raros do Mega Drive Japonês da atualidade.

Mas um segundo Go Online apareceu para o Mega Drive, desta vez programado pela desconhecida White Box e distribuído pela Sansan Co. Ltd., uma empresa de serviço de assinatura para jogar Go online de PC Windows. O jogo foi batizado de San San e lançado para o Mega em 1994. Ao comprar o jogo você recebia um folheto de assinatura que permitia aos proprietários do console jogar com outros membros que assinavam o serviço da Sansan online, inclusive contra jogadores de PC, sendo um dos primeiros – se não o primeiro – jogo online multiplataforma.

O jogo era vendido por catálogo de revistas especializadas em Go e além do modo online, o cartucho possuía função de troca de mensagens entre os assinantes, além de um modo versus off-line para dois jogadores.

O serviço só acabou em 2011, quando a Sansan fechou o último servidor que atendia o Mega Drive, enquanto o servidor de PC Windows continua na ativa.

O jogo San San em ação, em seu modo offline.O jogo San San em ação, em seu modo offline.

Da mesma forma que ocorreu com o Go Net da SEGA, o SanSan virou um dos cartuchos mais raros e procurados do Mega no Japão, principalmente em razão do baixo número de unidades vendidas. A diferença é que por não constar na lista de jogos da SEGA, tecnicamente não é um jogo oficial, mas curiosamente o cartucho tem o código de série T (T-147013), o que deixa uma dúvida se foi ou não um produto licenciado.

Tanto o Go Net quanto o San San foram jogos criados para o público japonês e principalmente para o público mais velho, então é natural que esses títulos fiquem totalmente obscuros para nós do ocidente.

Como na língua japonesa existem vários tipos de escrita, os produtos direcionados para os mais jovens normalmente usam uma escrita mais simples, que acabam por facilitar a tradução. No caso desses dois jogos direcionados ao público adulto, é usado a escrita mais complexa e basicamente feita de Kanjis (ideogramas).

Então um colecionador sem as ferramentas de busca da atualidade jamais teria acesso a essas preciosidades do colecionismo, pois além da tiragem baixa, ficaria impossível saber sobre o que se trata o cartucho. Outra curiosidade que demonstra sua raridade é que o arquivo ROM (versão digital de um cartucho na internet para jogar via emulador) foi aparecer somente em fevereiro de 2011.

Como essas redes foram desativadas, não é mais possível jogar Go Net ou San San online. Mas é bastante interessante perceber que a febre dos jogos online nos videogames de hoje derivou de games simples como esse jogo de tabuleiro asiático.

A coluna de games do Lado B tem o apoio da loja Press Start localizada no Shopping Bosque dos Ipês, aqui em nossa capital.Não deixe também de visitar meu site, o Vídeo Game Data Base.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.