A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

18/05/2014 07:42

Em Parada Nerd, não falta demostração de apaixonados pelos games e desenhos

Anny Malagolini
Tatiana, usou além da lente, peruca branca (Foto: Marcelo Victor)Tatiana, usou além da lente, peruca branca (Foto: Marcelo Victor)
Servidora pública tem até personalidade compara a personagens japoneses (Foto: Marcelo Victor)Servidora pública tem até personalidade compara a personagens japoneses (Foto: Marcelo Victor)

Se vestir como se estivesse em um desenho japonês não é brincadeira só de criança. Tem adulto que fez do universo “nerd” o seu próprio e prova isso até como detalhe no bolo de casamento. Na “Parada Nerd”, evento que acontece até este domingo na escola Paulo Freire, há muitas demonstrações apaixonadas de fãs do estilo, de gente que tem como principal diversão se reunir para jogar ou participar de concurso de cosplay.

Veja Mais
The Last of Us 2, novo Uncharted e tudo mais que rolou na PlayStation Experience
Last Guardian e Mario Maker no 3DS puxam lançamentos de dezembro

Em seu casamento, a analista de sistemas Marcela Cristina, de 24 anos, vai ter um detalhe nerd. O noivo de decoração sobre o bolo terá um controle de vídeogame nas mãos. “Queria fazer uma festa temática, mas é muito caro, mesmo assim não vai passar em branco”, conta.

Marcela faz questão de dizer que foi aos 15 aos, em uma festa do mesmo tipo, que conheceu o noivo. Vestida de cosplay de uma personagem japonesa, ela comenta que entrar na brincadeira não é barato, uma fantasia completa, como a que escolheu para a Parada Nerd, custa em média R$ 150,00.

A forma mais barata de ocnseguir uma ainda é mandar confeccionar, mas como em Campo Grande só existe uma costureira especializada nisso, o problema é a espera para que a roupa fique pronta. “Eu e minhas amigas ficamos trocando, fazendo rodízio”, comenta.

O público que gosta do estilo tenta copiar detalhes, como a cor dos olhos dos personagens que na maioria desses desenhos, além de serem grandes, também possuem em tons diferentes.

Para imitar um de seus personagens favoritos, a estudante de Farmácia, Tatiane Okuyama, de 19 anos, até colocou lente de contato na cor vermelha. Ela conta que comprou o produto pela internet e agora pretende montar uma coleção. Cada lente, segundo ela, custa de R$ 70 a R$ 120,00, ela já tem 4 cores e todas foram compradas pela internet.

Festa acontece na escola Paulo Freire (Foto: Marcelo Victor)Festa acontece na escola Paulo Freire (Foto: Marcelo Victor)
Bolo de casamento de Marcela vai ter detalhe nerd (Foto: Marcelo Victor)Bolo de casamento de Marcela vai ter detalhe nerd (Foto: Marcelo Victor)

E quem já passou da adolescência, também frequenta o movimento. Com 33 anos, a servidora pública Maria gosta tanto do universo dos mangás e desenhos japoneses que seus trejeitos são iguais a de um personagem oriental. Ela assiste desenhos orientais desde a infância, na extinta TV Manchete, que na época, exibia as animações quando ainda não era moda.

Talvez por isso, sua personalidade tenha sido influenciada. “Já me perguntaram se eu sou mestiça, mas não, é apenas um jeito”, diz sobre as comparações que já fizeram. Vestida com quimono, ela diz que não foi ao evento ao estilo cosplay, apesar de parecer. Ela explica que sua roupa foi comprada na Feira Central de Campo Grande e que tem vários modelos no armário. Os trajes são apenas para os encontros com os amigos nesse tipo de evento.

É quase unanimidade: quem gosta desse tipo de entretenimento, não costuma frequentar baladas. As reuniões com os amigos são feitas em casa, acompanhadas de jogos e disputa pacífica, o que dá o tom da diversão. Em uma das salas do evento, o principal jogo de videogame é de dança. Sem vergonha alguma, todos imitam os passos, que o boneco virtual ensina. “Eu não saio pra dançar, mas aqui não tem problema, é outra diversão”, comenta Thiago da Silva, de 18 anos.

O apelido de “nerd” é encarado por eles com naturalidade e, além de hobby, é um estilo de vida. A Parada também tem músicas, desenhos e literatura “geek” - gíria em referência aos fanáticos por tecnologia, jogos e quadrinhos “geek” - gíria em referência aos fanáticos por tecnologia, jogos e quadrinhos.

Mas quem esperava movimento grande no espaço só dedicados aos livros se decepcionou. “Não consigo imaginar um nerd que não leia, fiquei decepcionado”, comenta o escritor Luigi Gomes, de 19 anos, responsável pela sala de literatura da festa. A ideia era de que os participantes do evento entrassem e lessem os livros e que a leitura gerasse uma discussão, mas com a falta de público no estande, ele aproveitou até para tirar um cochilo.

Evento - A Parada Nerd acontece até hoje, na rua Jeribá, 653, Chácara Cachoeira, das 10h às 21h. Os ingressos podem ser comprados na portaria do local, por R$ 25,00.




Olá Marcela Cristina, em Campo Grande tem mais de uma costureira nesta área tem a Dn.Rosângela ela faz tds as fantasias da minha filha.
E tds com boas qualidade e perfeição.
Fale com ela acredito que ela podera ajudar
9235-3428 Rosangela
 
Leonardo Souza em 18/05/2014 12:58:06
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.