A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

08/08/2015 19:13

Encontro nerd tem de concurso de "Cospobre" a curso de jogos para celular

Alan Diógenes e Aline Araújo
Em evento, é possível lutar como os personagens de videogame. (Foto: Fernando Antunes)Em evento, é possível lutar como os personagens de videogame. (Foto: Fernando Antunes)

Para reunir a galera nerd ou geek, que gosta do universo dos animes, cosplay, videogames e quadrinhos, Campo Grande abriu a terceira edição do Anime Revolution. Este ano, o evento voltou às origem e trabalhou uma única ideia: estimular a socialização entre que curte esse tipo de diversão.

Veja Mais
The Last of Us 2, novo Uncharted e tudo mais que rolou na PlayStation Experience
Last Guardian e Mario Maker no 3DS puxam lançamentos de dezembro

Idealizador do evento, que acontece duas vezes ao ano, o empresário e um dos sócios da XD Comic Shop, loja de quadrinhos, conta como tudo aconteceu. “Morei um tempo em São Paulo e lá descobri este tipo de encontro. Quis trazer isso para a Capital e para funcionar tivemos que adaptar à realidade da cidade e fazer algo menor, voltado mais para o público interessado”.

O evento, hoje das 10h as 18h, e amanhã (9) no mesmo horário, ocorre na Associação Oknawa, na Rua dos Barbosas, 110, Centro. É realizado concurso de foto cosplay, quando os visitantes votarão nas melhores fotos de fantasias de personagens.

Mas o diferencial mesmo está por vir neste domingo, o concurso do “Cospobre”, fantasias de Cosplay feitas de improviso, com qualquer tipo de material, produzidas em casa mesmo. Depois do desfile, vem a votação para decidir a melhor.

No Anime Revolution, o participante pode até participar de curso para aprender como se faz games para celular. Também há os jogos de tabuleiros e cartas, tudo ligado ao universo nerd.

A estudante Loren Portela, 14 anos, gosta muito deste tipo de evento, principalmente por causa dos jogos online. "Me sinto bem neste lugar", explica.

Já o estudante Rafael Augusto Rochas, 19, achou diferente o programa. "Queria que tivesse mais que duas vezes ao ano. É bom estar em um mundo que todos gostam da mesma coisa", diz.

 

Participante pode escolher entre jogos de tabuleiros e cartas ou fazer curso de jogos para celular. (Foto: Fernando Antunes)Participante pode escolher entre jogos de tabuleiros e cartas ou fazer curso de jogos para celular. (Foto: Fernando Antunes)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.