A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

17/11/2012 16:34

Interditada, Igrejinha pode não desfilar no Carnaval de 2013

Mariana Lopes
Prefeitura interditou o baracão da Igrejinha, que está proibida de realizar qualquer atividade, mesmo que seja fora do espaço físico da escola de samba (Foto: Simão Nogueira)Prefeitura interditou o baracão da Igrejinha, que está proibida de realizar qualquer atividade, mesmo que seja fora do espaço físico da escola de samba (Foto: Simão Nogueira)

Com o baracão interditado pela Prefeitura desde a última quarta-feira (14), a escola de samba Igrejinha, uma das mais tradicionais de Campo Grande, corre o risco de não desfilar no Carnaval de 2013.

Veja Mais
Parque das Nações terá Jota Quest de graça, além de Curimba e Bella Xu
Morre ator e comediante Guilherme Karan aos 58 anos

As portas foram fechadas por causa de uma ação do Ministério Público Estadual, que obriga a entidade a se adequar em um projeto de impacto ambiental, no qual exige isolamento acústico no espaço físico onde a escola realiza os ensaios e outras atividades culturais.

Por causa disso, a Igrejinha está proibida até mesmo de fazer apresentações em quaisquer eventos. “Ou a gente faz as adequações ou desfila no Carnaval do ano que vem. Mas de qualquer forma, como vamos levantar fundos para fazer qualquer um dos dois se não podemos realizar nada em nome da escola, que é de onde vinha a nossa verba?!”, pontua o presidente da escola de samba, Paulo Freixes.

De acordo com Paulinho, a primeira denúncia feita no MPE contra a escola foi no início deste ano, no pré-carnaval da Igrejinha. “Um morador alegou que não limpamos o local depois da festa. Ele até anexou aos autos fotos da sujeira, mas foram registros feitos antes mesmo da estrutura de palco ser desmontado”, se defende.

Mas na semana passada, a ação judicial que chegou para a escola foi por causa do barulho durante as atividades realizadas no barracão, localizado na rua 14 de Julho, no bairro São Francisco.

“No dia 7 de novembro, a Polícia Militar chegou aqui no meio de um ensaio e mandou a gente parar tudo, daí que ficamos sabendo da ação. Daí o juiz deu 30 dias para a gente se adequar, mas em uma semana a Prefeitura já interditou e nos proibiu de abrir as portas”, conta Paulinho.

Além dos ensaios da bateria, a Igrejinha também promove rodas de samba toda sexta-feira e oficinas de percussão às terças, quintas e aos sábados. “Tudo é de graça para a população, só lucramos no bar quando tem roda de samba”, afirma Paulinho.

Paulinho diz que se investir na adequação do espaço físico, a escola não terá dinheiro para o Carnaval (Foto: Simão Nogueira)Paulinho diz que se investir na adequação do espaço físico, a escola não terá dinheiro para o Carnaval (Foto: Simão Nogueira)

Para adequar o espaço da escola de acordo com o padrão do projeto de impacto ambiental, a escola terá que gastar, no mínimo, mais de R$ 800 mil, segundo Paulinho. “Só a estrutura acústica do teto é R$ 80 o metro quadrado, imagina forrar todo o barracão? Não temos fins lucrativos, tudo o que ganhamos é para fazer o Carnaval”, diz o presidente da escola.

Ele ainda compara a situação na qual a Igrejinha está com a condição de outras escolas de samba. “Nunca ouvi dizer que outras escolas têm isolamento acústico, tem casas noturnas que não têm. Imagina se tivesse que colocar isso no sambódromo?”, observa Paulinho.

Entre os carnavalescos da escola de samba, que tem quase 40 anos de história no Carnaval campo-grandense, o lamento é o mesmo. “Aqui é um espaço cultural também, a Igrejinha faz parte do contexto cultural da cidade, não pode ser tratada desta forma”, enfatiza o diretor da missão de frente da escola, Fernando Cruz.

A reportagem do Campo Grande News entrou em contato com o promotor responsável pela ação, Alexandre Raslan, que disse falar sobre o caso na segunda-feira (19). Por causa do feriado, a assessoria de imprensa da Prefeitura também deve se manifestar no início da próxima semana.




campo grande ainda vai virar um grande cemiterio. o paulinho freire nao merece isto ele é um cara muito serio.
 
ademar reynoso faria em 04/01/2013 18:59:39
poxa vida querem acaba com todo lazer sem quanta que a escola mereçe todo respeito porque os ensaio sao todos respeitado e vai quem que os encomodado que tampam o ouvido sem conta que noventa por cento e familia tudo isso e inveja
 
edineia pereira em 22/11/2012 13:32:37
Estas atitudes arbitrárias e ditatoriais acabam com eventos e espantam qualquer investimento da iniciativa privada em nossa cidade. Estamos perdendo grandes oportunidades em investimentos e realização de eventos, que aumentam a circulação de receita na cidade gerando também maiores oportunidades de emprego e de ganhos para nossa população.
Com estas atitudes que aterrorizam os investidores e empreendedores em nossa capital, nosso município dependerá cada vez mais de verbas de repasse federal e auxílio a municípios (esmolas). Sem oportunidades decentes de emprego e ganho de vida, nosso povo infelizmente terá mesmo que pensar somente em concursos públicos. Acordem autoridades!! O que gera riquezas verdadeiras para um município é a INICIATIVA PRIVADA!!!!
 
Rodrigo Garcia Pedrosa em 20/11/2012 09:08:55
Já acabaram com o futebol, que é uma grande paixão nossa. Agora querem acabar com o nosso carnaval.Então a solução é irmos para Bonito, Corumbá onde o carnaval vai além das bicuinhas políticas. A Festa é para o povo.Campo Grande merece um sambódromo decente, onde poderemos nos divertir no reinado do Rei Momo.
 
Álvaro Ferreira em 19/11/2012 12:20:16
Como um homem mandar na cidade como esse tal de Raslan , foi mesmo tal que acabou com a expogrande.
 
Juarez delmondes em 19/11/2012 11:51:21
LAMENTÁVEL! Primeiro que não existe no Brasil uma escola de samba com acústica, por que querem que a Igrejinha tenha, se for assim, que seja feita JUSTIÇA e todas as escolas do Brasil e as adversárias aqui do Mato Grosso do Sul sejam OBRIGADAS a ter essa acústica também! E outra, do lado de fora da Escola de Samba Igrejinha, o som é leve, os moradores não chegam a escutar, porque o galpão é grande e o som não passa muito daquilo! Faz parte da história de Campo Grande!
 
Viviane Cunha em 19/11/2012 07:41:38
Os ensaios da escola acabam sempre antes das 22h, moro próximo da localidade e não me sinto nem um pouco encomodado, já que na hora do meu descanso o ensaio já acabou! A escola de samba além de ensaiar ensina pessoas que queiram aprender a tocar gratuitamente e só geram renda das bebidas vendidas nas rodas de samba! Com esse valor não há como se adequar a esses padrões exigidos! Se divertir em CG está cada vez mais dificil!
 
André Serra em 19/11/2012 07:24:10
A Liga das Entidades Carnavalescas de C.Gde, convocará nesta 2ª feira, os Presidentes das demais Escolas de Samba, para comparecerem na Assembleia Extraordinária, convocada pelo Presidente da Igrejinha Paulo F.Thomaz (Paulinho), para levarmos o nosso apoio e sugestões de medidas, que possam contribuir para a solução do problema,por meio da Comissão Municipal de Cultura, pois o assunto deixa de ser um problema só da Igrejinha, mas de todos nós que lutamos com sacrifício, para mantermos a tradição do Carnaval em nossa Capital. As Escolas de Samba são entidades culturais, que desempenham importante papel social e econômico nas suas comunidades, tem história merecem respeito, como respeitamos o papel das autoridades. O que queremos é critério justo e bom senso na aplicação da Lei.
 
Eduardo de Souza Neto em 19/11/2012 00:14:00
O que que esse povo daqui quer ainda com fazer carnaval, deixa pro Rio de Janeiro, Sao Paulo fazer essas coisas, e vamos nos ocupar com coisas mais produtivas... e tambem ninguem merece ficar escutando esse barulho o tempo todo em casa, na verdade, quem quer barulho é que deveria ir pro meio do mato, e deixar aqueles q querem descansar pro trabalho do dia seguinte em paz em suas casas...
 
Violeta Capeleti em 18/11/2012 23:12:35
VOU FAZER O QUE TODOS ESTÃO FAZENDO, ME MUDAR DE CAMPO GRANDE, ESTA CAPITAL INTERIORANA NÃO MERECE NENHUM INVESTIMENTO PRA VIDA NOTURNA E NEM PRA TURISMO, É PRA ACABAR. E POR FALAR EM SAUDADE CADE NOSSA AFONSO PENA?
 
SAMUEL FERREIRA em 18/11/2012 19:12:07
Minha gente, o que está acontecendo com esta agremiação tão importante no cenário cultural de Campo Grande é inadmissível do ponto de vista do bem que ela proporciona, tanto à cultura quanto aos benefícios sociais resultantes do seu trabalho junto aos menos favorecidos; Responsabilidade essa que é obrigação do Poder Público, porém, esquecido pela "Autoridades", assim como foi esquecida a promessa de congelamento do IPTU feita pelo Prefeito eleito de Campo Grande "Esquecides Bernal". Como diz o jornalista Bóris Casoy: ISTO É UMA VERGONHA!
 
Denilson Mattos em 18/11/2012 17:08:20
É só adequar-se à lei. O problema é que pessoas aprenderam a viver à margem da lei, prejudicando as pessoas em sua volta e acham que isso é normal. Adequem-se à legislação e cada um viva como queira, desde que sob os ditames da legislação.
 
Valter Oliveira em 18/11/2012 15:37:15
Tenho certeza que são pessoas mal amadas, amarguradas que não gostam de nada, infelizes e querem que a gente tambem fique NÃO vão conseguir Campo Grande não tem poucas apções de lazer e querem acabar com que tem então só resta o bar e a cracolândia pro seu filho ir outra exposição está lá há + - 80 anos o mesmo acontece com as Escolas de Samba há 30, 40 anos ou mais as pessoas que foram morar lá.
 
Meire Pereira de Souza em 18/11/2012 12:26:21
Ai pronto..ja nao temos nada em Campo grande,e o que tem esta sendo interditado,e meu caro Rafael...cidade e civilização.quer sossego vai pro mato..nao dou 2 semanas ja sentira saudades disso tdo aki...
 
Stephany Figueira em 18/11/2012 12:00:18
Para essas pessoas que dizem que em Campo Grande se proíbe tudo, faz o seguinte: mudem-se para perto da exposição, da escola de samba, dos locais de show. Porque uma coisa é vc querer se divertir uma vez na semana, uma vez no mês, e ir para sua casa no sossego e dormir bem, outra é vc ser vizinho de um lugar desses, escutando barulho dia e noite, exatamente na hora em que se quer descansar.
Sou a favor da cultura, da diversão, dos eventos, só que se Campo Grande não tem estrutura para isso, se tudo aqui é amador e feito por empresários despreparados, que não respeitam alvarás e acham que seus nomes ajudarão sempre, tem que paralisar mesmo esse eventos.
Carnaval são 4 dias, mas para esses moradores é o ano todo aguentando, então antes de criticar, achar que é frescura, mudem-se para lá.
 
Rafael Santos em 18/11/2012 10:47:36
Campo Grande está virando um celeiro de gente que mais parece um bando de corujas amargas.
 
Luciane Morelo em 18/11/2012 09:10:56
É uma pena, parece que em Campo Grande nada pode, estão proibindo qualquer tipo de lazer. Por isso que o nosso Estado não tem tradição. Tudo está proibido.
 
Maria Aparecida Melo em 18/11/2012 09:05:44
Só fazem barulho, não é porque uma minoria gosta de samba que a população deve ficar refém do barulho.
 
Ananias Luziano em 18/11/2012 08:53:54
Nao tenho o costume de frequentar o local, mas conheço a rotina dos organizadores e sei o quanto se esforçam para manter esse espetaculo cultural que e essa escola de samba, portanto espero que esse impasse se resolva, e a escola nao deixe de participar do carnaval desse ano...
 
ODETE QUEIROZ em 18/11/2012 08:27:30
É um absurdo fechar a escola, ela não cobra nada de quem quer aprender a tocar, e os ensaios acontecem sempre antes das 22 horas!!!
 
Patricia Lima Mira em 18/11/2012 00:17:12
Q saudades dos velhos tempos,qdo a igrejinha ensaiava na rua 14 de julho,toda a vizinhança ajudava.Ora costurando ora organizando as alas.Tenho pena dessas pessoas q andam tão amarguradas como é o caso dos vizinhos da igrejinha q não se empenham em ajudar uma cultura.Samba é vida.É amor.Essas pessoas com certeza jamais poderão morar no rio ou em são paulo.Com certeza se matariam com os ensaios de la.No aguardo de uma solução aprazivel para todos,vamos ficar de olho integrantes das escolas de samba de cpo gde para quem vai resolver este problema para q juntos possamos apoia-lo futuramente qdo precisarem. Bjus a todos.
 
Magali Santana em 17/11/2012 20:19:06
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.