A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

23/06/2013 14:57

No Arraial de São João, hoje é dia de descer a ladeira e banhar o santo

Paula Maciulevicius
No momento em que a imagem é banhada, a água do rio passa a ter poderes curativos e por isso, participantes se molham. (Arquivo PMC)No momento em que a imagem é banhada, a água do rio passa a ter poderes curativos e por isso, participantes se molham. (Arquivo PMC)

Fé, devoção e crendice popular. O domingo em Corumbá é dia de banhar São João no rio Paraguai, costume que faz o corumbaense descer a ladeira há mais de 100 anos.

Veja Mais
Parque das Nações terá Jota Quest de graça, além de Curimba e Bella Xu
Morre ator e comediante Guilherme Karan aos 58 anos

Hoje também é dia de passar por baixo do andor em busca de um casamento perfeito e quando mais de 100 famílias comemoram uma graça alcançada. Dia em que a Ladeira Cunha e Cruz se enche com os andores enfeitados e Arraial do Banho de São João que vive o grande momento, na véspera de São João, celebrado em 24 de junho.

A expectativa é que mais de 40 mil pessoas passem pelo local na noite deste domingo. O rito começa nas casas das famílias festeiras, uma tradição, onde se misturam cânticos religiosos, orações, histórias de fé em milagres operados pelo santo que, segundo a Bíblia, batizou Jesus Cristo no Rio Jordão, e "ingredientes" da cultura popular como fogueira, içamento do mastro, dança de quadrilhas juninas e fogos de artifício.

Todas as celebrações incorporam figuras da crendice popular trazendo fogos de artifício que, pela tradição, têm no barulho o poder de espantar maus espíritos e acordar São João para a festa. O levantamento do mastro simboliza o desejo de fertilidade da terra, de boa colheita. O próprio Banho do Santo é carregado de simbolismo e lembra o batismo de Cristo.

No momento em que a imagem é banhada, a água do rio passa a ter poderes curativos e, por essa razão, os participantes molham os pés, o rosto e outras partes do corpo. Os fiéis e devotos, já carregando o andor, dão três voltas em torno da fogueira e do mastro erguido na frente da casa e seguem para o Porto Geral.

Programação - Neste ano, mais de 100 famílias corumbaenses estão com festas programadas para iniciar nas primeiras horas da noite. Os eventos são abertos, reúnem familiares, amigos e até mesmo turistas que visitam a cidade nesta época. Neste ano, a Prefeitura de Corumbá certificou 89 festeiros do Banho de São João como agentes de preservação cultural. Todos, ao lado de outras comunidades, preparam-se para este grande dia, culminando com a descida da Ladeira Cunha e Cruz, para banhar o santo nas águas do Rio Paraguai.

Além dos atrativos da noite, há também a exposição do Bem Imaterial de Mato Grosso no Museu de História do Pantanal, e o 1º Festival de Viola do Cocho, durante toda a manhã, no Centro de Convenções do Pantanal de Corumbá Miguel Gómez.

A noite, a partir das 18 horas, abertura do Arraial no Porto com show de Evandro Campos e o Bloco Brasil, show pirotécnico, ato de levantamento do Mastro de São João e, o principal, descida dos andores pela Ladeira em direção à prainha do Porto Geral, para banhar a imagem de São João nas águas do Paraguai. (Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Corumbá)




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.