A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

11/05/2013 07:58

"Arena Gastronômica" reinventa pratos que chegam mais baratos a restaurantes

Anny Malagolini
Chef apresenta novidade em Arena Gastronômica. (Foto: Marcos Ermínio) Chef apresenta novidade em "Arena Gastronômica". (Foto: Marcos Ermínio)

O evento ocorre em todo o País, mas para Campo grande tem um gosto diferente porque o setor tem crescido muito com o passar dos anos. A "Arena Gastronômica" quer mostrar novidades da culinária. São 5 dias da 2ª edição do evento.

Veja Mais
Aproveitando época da guavira, chef ensina petit gâteou e brownie da fruta
Hamburgueria K Burguer traz deliciosas novidades

Foi quase uma semana de “Cozinha Show”, um espaço onde chefes da cidade puderam ensinar receitas que foram criadas especialmente para o encontro, mas todas com um toque de comida pantaneira.

A carne seca entrou forte no cadápio. O arroz carreteiro ganhou a castanha de cumbaru, encontrada no cerrado de Mato Grosso do Sul e vendida no Mercadão Municipal.

Hoje, a programação começa às 15 horas, com a cozinha regional, que vai ensinar a preparar o macarrão de comitiva, com espaguete de Bocaiúva, receita da chef Adriana Morbi.

Às 16h30, o Chris Sushi bar demonstra o “Cerrado Gourmet”. O Exceler Hotel vai ensinar a partir das 17h30 como preparar Pintado ao Molho de Maracujá.

Às 19 horas, tem cozinha contemporânea com o chef Bruno, que vai preparar “Empanada Sul-Americana”. Para encerrar o evento, às 20h30, haverá demonstração de cervejas artesanais.

Todos os pratos preparados na arena estão sendo servidos a um preço reduzido nos respectivos restaurantes até o dia 24 de maio e, custam de R $ 20 a R$ 52,00.

O chef de cozinha, Carlos Higa, criou o “Parpadelli Pantaneiro”, um macarrão tipo talharim, mas incrementado com farinha de cumbaru, molho ao sugo e carne seca. O prato está sendo vendido a R$ 17,90 no restaurante “Sabor em Ilhas”, por exemplo.

O presidente da Abrasel (Associação de bares e Restaurantes), Rubio Sérgio Morais, diz que a mistura de cozinhas latinas, como a da Bolívia e Paraguai em Mato Grosso do Sul faz da gastronomia do Estado uma das mais ricas do País, sem deixar de citar também a grande influencia árabe e japonesa em Campo Grande. “Além de apresentações, os chefes estão reinventados pratos típicos, como o próprio arroz carreteiro”.

A arena é realizada no Armazén Cultural, na rua da Esplanada, antiga estação ferroviária de Campo Grande.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.