A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

18/05/2016 08:37

Artista plástico serve almoço tailandês e cada cliente sai com uma obra de arte

Thailla Torres
Adilson exibe as gravuras que serão entregues a quem comprar o convite. (Fotos: Alcides Neto) Adilson exibe as gravuras que serão entregues a quem comprar o convite. (Fotos: Alcides Neto)

Aos 59 anos, Adilson Schieffer não abre mão de estar próximo á natureza. Morando há 10 anos em uma chácara nas redondezas de Campo Grande, o artista plástico conhecido pelos trabalhos inspirados na cultura indígena decidiu organizar uma confraternização entre amigos coom música, arte, poesia e gastronomia tailandesa.

Veja Mais
Aproveitando época da guavira, chef ensina petit gâteou e brownie da fruta
Hamburgueria K Burguer traz deliciosas novidades

O evento será no próximo domingo (22), a partir do 12h, e entrada custa R$ 30,00. Quem adquirir o convite, leva uma gravura de Adilson para casa. 

A saudade dos velhos tempos e de momentos em que muitos se dedicavam a falar de arte e mostrar talentos, foram inspiração para que Adilson decidisse programar o momento. “A gente vive um momento em que as pessoas se encontram muito pouco e só vão em barzinhos. Mas a gente deseja um momento de cultura, de música boa e de arte feita aqui no nosso Estado”, explica.

O cardápio será de comida tailandesa, com pratos do mandiopan ao curry, salada mix de folhas verdes orgânica, arroz thai preparado com legumes, carne bovina e frango. Além de chá digestivo e frutas para acompanhar o menu. 

O espaço vai receber música, arte e gastronomia. O espaço vai receber música, arte e gastronomia.

Mais do que a saudade dos amigos, é o fortalecimento da cultura que também inspira. “Isso que vamos fazer pela primeira vez é uma maneira de unir as pessoas e reviver um pouco da cultura. Além de aproveitar um lugar tão calmo como este.”, explica.

O artista vive próximo a natureza e da calmaria na Chácara dos Poderes. Observando o verde, ele comemora a sorte de morar perto de uma das suas paixões. "Eu amo esse Estado e é essa natureza que me encanta, quando cheguei aqui logo conheci o Pantanal. É tudo encantador", comenta. 

Adilson é nascido em São Paulo, mas há 30 anos seu coração pertence a Mato Grosso do Sul. “Meu sonho é receber o título de cidadão sul-mato-grossense”, diz emocionado. Formado em Arte Educação e Arqueologia, veio para Campo Grande inspirado nas tradições da etnia Kadiwéu.

“A minha arte é toda representada na iconografia dos índios kadiwéu. É uma arte conteporânea e muito rica, em cores, texturas e o trabalho com a cerâmica. São os únicos índios que têm a maior diversidade de cores e isso me apaixonou”, conta.

Para investir no sonho de ser artista, Adilson explica que conheceu e visitou aldeias na década de 1980. “Fui conhecer a cultura e as mulheres que trabalham nas próprias aldeias. E vi que era importante que a cultura se mantivesse viva, para que os próprios indígenas não esquecessem a importância da cultura deles”, ressalta.

O almoço será na Chácara do Harry, no bairro Chácara do Poderes, atrás da Uniderp Agrárias. A entrada custa R$ 30,00. Informações pelo telefone 98055643.

As atrações músicas do dia serão Lenilde Ramos, Miska e Zé Geral. A cozinha será comandada pelo chef Theo Gomez.

Arte de Adilson inspirada na etnia Kadiwéu. Arte de Adilson inspirada na etnia Kadiwéu.
Gravuras são pintadas a mão. Gravuras são pintadas a mão.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.