A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

05/12/2013 06:53

Boteco de chef de cozinha serve de mortadela picada até siri na 7 de Setembro

Paula Maciulevicius
Aberto há 1 mês, o nome mesmo já apresenta o bar Maracutaia. (Fotos: Marcos Ermínio)Aberto há 1 mês, o nome mesmo já apresenta o bar "Maracutaia". (Fotos: Marcos Ermínio)

De fora, se escuta a conversa de quem está sentado às cadeiras de madeira com encosto de ferro. Às mesas, aquela cerveja de quem só queria terminar o dia entre amigos. Ao entrar, não se assuste com a recepção de Anderson, o gerente que mais parece o seu Jorge, ele vai dar um jeito de acomodá-lo lá dentro. Isso, se os seus olhos estiverem procurando onde sentar, o que eu duvido.

Veja Mais
Manga Park comemora 1 ano com descontos, música ao vivo e atrações para crianças
Bar serve comida alemã e cliente ainda pode conhecer fábrica de cerveja

No bar Maracutaia, aberto há um mês na 7 de Setembro, os azulejos que compõem de entrada a mureta e os caixotes do teto distraem quem está ali pela primeira vez. São tantos detalhes, que a gente só volta à ideia de onde está, ao ver uma cerveja passando na bandeja, tricando.

"Aquilo que eu queria vender", aponta o chef de cozinha Marcílio Galeano para a cerveja saindo. "Eu sou botequeiro, o Maracutaia é meu primeiro sonho, de uma quitanda chique, cerveja gelada", completa Marcílio.

Quem está de fora pode até estranhar, que o estilo "A A" caiu de nível, já que Marcílio é sócio proprietário do restaurante Jojô, na Euclides da Cunha, um dos mais sofisticados da cidade. Mas é no boteco que ele se realiza.

À mesa, o cardápio vem numa prancheta, com carta de bebidas nacionais e importadas e porções.À mesa, o cardápio vem numa prancheta, com carta de bebidas nacionais e importadas e porções.
Mortadela em cubos, tomate, cebola e limão rosa. Porção mais de boteco do que essa, impossível.Mortadela em cubos, tomate, cebola e limão rosa. Porção mais de boteco do que essa, impossível.

Ao lado da sócia, a chef de cozinha Isabela Blanco, a ideia veio justamente de uma conversa de bar, que aos poucos foi amadurecendo. Ao dizer que sentia falta de um estabelecimento assim em Campo Grande, Marcílio ressalta que criou o que queria, um ambiente bacana, familiar, de happy hour, onde o consumo é de boteco.

O cardápio, assinado pela dupla, é dividido em seções 'para começar', às 'porções chiques' que vão desde mortadela, tomate, cebola e limão rosa, até siri com molho tártaro. Há do petisco de quem sai do futebol, até a costelinha suína ao molho barbecue e bolinho de arroz com carne seca e queijo coalho. O prato mais barato da casa, amendoim, é servido em uma tigela de gato fazendo jus ao nome: "Engasga Gato".

A pipoca não aparece, mas surge lá da memória de infância, quando se sente na boca o gosto da porção do "Queijinho de Pipoca".

Na verdade, o menu chama atenção desde o formato, é posto diante do cliente em uma prancheta. "Eu pensei realmente de remeter ao passado, de dar o que os clientes gostam, quero dar ao público o que gosto e sei que vende. Esse é o Maracutaia", explica o chef.

Porção de costela de porco ao molho barbecue, uma das mais pedidas da casa.Porção de costela de porco ao molho barbecue, uma das mais pedidas da casa.

Os copos você pode escolher entre os de extrato de tomate, requeijão, americano e tulipa. Ele brinca que o que tiver em casa pode trazer que ele ferve e põem à mesa. As cervejas são as tradicionais de qualquer bar, Brahma, Skol, Antartica, Bohemia e por aí vai, além das importadas e artesanais que são vendidas em parceria com a Casa do Chef, no preço que está dentro da média dos bares.

Aos amantes da arquitetura, o bar tem um show à parte. A decoração de dentro é feita de plotagem em uma das paredes, com propagandas antigas, frases, rótulos de cervejas e personalidades como Cartola. Coisa de boteco mesmo. No banheiro a pia é feita de azulejos e cerâmica.

Qualquer sugestão ou crítica pode ser direto com os donos e chefs. Tanto Marcílio, como Isabela, estão o tempo todo à frente do atendimento, vendo diariamente a resposta do público. Ela, aos 26 anos, acumula duas formações em Nutrição aqui e Gastronomia na Itália.

O Maracutaia  está na rua 7 de Setembro, 1971, quase na rua Bahia. Abre de terça a domingo, a partir das 17h30, inclusive com feijoada aos sábados das 11h em diante. Lá dá para ir na maracutaia mesmo, de short e chinelos.

 

Boteco de chef de cozinha serve de mortadela picada até siri na 7 de Setembro



Fui e gostei muito do Maracutaia. Um ambiente agradável que remete à simplicidade, mas de muito bom gosto. Opções variadas de aperitivos, e bebida super gelada. Parabéns ao chef Marcílio e sua sócia Isabela. Ótima opção para os fins de tardes em C. Grande, pena que por conta da Lei Seca não podem extrapolar o horário permitido por lei. Mas tá valendo!...Recomendo!
 
Jorge Otubo em 05/12/2013 18:16:02
O BAR É MARAVILHOSO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Tudo de bom. Simples, delicioso e com uma galera maravilhosa que te atende.
Parabéns a toda equipe.
 
JULIANA RIBEIRO em 05/12/2013 17:20:01
É UMA PENA Q O ESPAÇO NAO É MTO GRANDE, SEXTA FEIRA PASSADA FUI PRA CONHECER E APROVEITAR E TOMAR UMA CERVEJA SUPER GELADA COMO DIZEM TER, MAS INFELIZMENTE O ANDERSON ME DISSE Q IA TER Q ESPERAR EM UMA FILA DE ESPERA... NAO FICO EM FILA NEM PRA RECEBER MTO MENOS PRA GASTAR MEU DINHEIRO, UMA PENA TIVE Q IR EMBORA... MAS VOLTAREI PRA TENTAR TOMAR ESSA CERVEJA AINDA...
 
FULVIO LOLLI GHETTI em 05/12/2013 16:26:19
Quando soube da abertura de um "boteco" que seria a "cara da descontração" pensei....ufa até que enfim teremos algo interessante, agoconchegante tipo: estou em casa com amigos. A decoração é realmente diferente e cheia de criatividade, entretanto
as porções são miseráveis e o preço é de restaurante francês.
Pena, porque legal mesmo é pagar preço justo.
Assim sendo, mais uma furada....acho que não vinga pois quem conhece não gosta de se
sentir roubado.
 
jose roberto guarin em 05/12/2013 16:19:46
Infelizmente comigo aconteceu a mesma coisa, ficamos horas para poder entrar, de boteco pauilista não tem nada, o preço é bem campograndensse. Não tivemos muito tempo de pedir os petiscos porque logo a cozinha encerrou os atendimentos.
Deixou muito a desejar. Já não posso falar do JôJô que é excelente e eu gostei muito.
Culturalmente ninguém irá de bermudas lá, meu caro, não é o público do lugar.
Que essa crítica seja construtiva, desejo sucesso ao bar e aos proprietários!!
 
Isabelle Oliveira em 05/12/2013 15:37:22
''NOSSA ACHEI MUITO INTERESSANTE,POIS TEM VARIEDADES PARA TODOS OS TIPOS DE PESSOAS" D+.
 
KARINA RODRIGUES DE SOUZA em 05/12/2013 14:59:26
É realmente maravilhoso! Já fui e recomendo. Ambiente delicioso, cervejinha geladíssima e comidinha de boteco... e o preço... do jeito que a gente gosta! Parabéns Isabela e Marcílio! Nota 10.
 
Solange Lopes em 05/12/2013 14:53:02
Tive o prazer de conhecer.Ótimas opções de aperitivos.Aprovado.
 
Marcio Venancio em 05/12/2013 14:13:20
Eu fui nesse bar e também não gostei. Passei por situação semelhante a que o Caio passou. Cheguei no bar e logo fui informada que a cozinha estava encerrando o atendimento (11h da noite de um sexta-feira) e ainda assim optei por ficar para conhecer. No entanto 1h da manhã fui surpreendida pelo garçom com a pergunta "aceita uma saideira? estamos fechando o bar". Imediatamente após a pergunta o garçom trouxe a conta sem que tivéssemos pedido. Atendimento péssimo. Os garçons demoram para ir até sua mesa quando chamados, demoram pra trazer as bebidas. Não recomendo e não voltarei! Achei um descaso e uma falta de respeito.
 
Mariana Silva em 05/12/2013 14:06:22
Muito bom ver estas matérias do Campo Grande News sobre nossa culinária e lazer em Campo Grande. Parabéns.
 
João Carlos Soares em 05/12/2013 11:37:20
Parabens aos Chefs,, muito sucesso no novo empreendimento. :)
 
Angelo M. de Souza em 05/12/2013 09:38:49
Sou adepto de "botecos" assim, ainda mais sendo paulista e tendo morado em Minas Gerais. Só acho que as coisas boas em Campo Grande, ainda carecem de um pouco mais de respeito aos clientes.
Fui conhecer o Maracutaia há duas semanas, um sábado, e estava acompanhado de uma amiga. Estávamos afim de uma noite agradável. Mas EM PLENO SÁBADO, às 23 horas, fomos IMPEDIDOS de entrar.
Na verdade, entramos, sentamos e o garçom até nos perguntou se gostaríamos de olhar o cardápio. Em seguida, disse que não seria possível nos atender, pois já estavam encerrando.
É por isso que os empreendimentos da cidade não duram muito. Em Campo Grande, cidade que amo, infelizmente os donos de empreendimentos ainda acham que é o cliente que depende deles, e não o contrário.
 
Caio Serrinoli em 05/12/2013 09:09:56
Muito legal, Campo Grande merece lugares como esse simples e sofisticado, tudo junto e misturado. "Só na Maracutaia".
 
Adriana Rezende em 05/12/2013 09:04:11
Bar que parece comigo, vida simples, e pode ir de bermuda, ainda bem com esse calor, vou conhecer.
 
Marcos Wild em 05/12/2013 08:27:26
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.