A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

11/02/2016 06:56

Cafés internacionais e sobremesas brasileiras fazem dobradinha em food truck

Naiane Mesquita
Cafés de diferentes países, com sobremesas tradicionais dos EUA e do Brasil (Foto: Divulgação)Cafés de diferentes países, com sobremesas tradicionais dos EUA e do Brasil (Foto: Divulgação)

Todo mundo diz que o café é uma das grandes paixões do brasileiro. Puro, aromatizado, feito pela avó, a bebida que tem o poder de despertar os sentidos se tornou queridinha em cafeterias espalhadas pela cidade e agora também na versão food truck.

Veja Mais
Mistura de peruana com oriental, tendência para 2017 é cozinha que une 2 países
Cremosa e saborosa: aprenda a fazer Tilápia à moda da casa

Estela atende os clientes e explica sobre cada café Estela atende os clientes e explica sobre cada café

Aos 28 anos, Estela Simões decidiu trocar a gerência de uma hamburgueria pelo protagonismo na Cups & Hugs. A marca criada ao lado do irmão Eduardo Simões, traz grãos moídos de café brasileiro, colombiano, queniano e costa-riquenho.

“Eu trabalho com 100% do café puro, eles são diferentes do café que estamos acostumados, por conta de não ter o amargo, é mais o sabor da fruta. A gente esquece que o café é uma fruta, adocicada, ácida, depende de cada um desses países”, explica.

O entendimento com o café veio como consequência de estudos em São Paulo e fora do país. Como o irmão mora na Flórida, é lá que os grão são torrados e enviados para o Brasil. “Não posso comprar os grãos verdes no Brasil, então meu irmão compra, torra e me envia. Eu vendo tanto os grãos como o café pronto no Manga Park”, explica. Na Flórida, Eduardo também comercializa o café.

"Ele é itinerante, participa de várias feiras, lá tem feira sobre churrasco, futebol, artesanato, bicileta e o Eduardo leva os nosso produtos”, indica.

Natural de Jaú, no interior de São Paulo, Estela na verdade viveu até os 7 anos em Nova Andradina, a 300 quilômetros de Campo Grande. Depois, na idade escolar, mudou-se com a família para Campo Grande, onde adota como morada deste então. Do convívio na Capital, a jovem diz que sempre gostou do momento em que toda a família bebia o café, como confraternização, mas que o sabor amargo nunca a agradou.

Cookies são vendidos como sobremesa no café Cookies são vendidos como sobremesa no café

“Eu me apaixonei pelo café. Cada vez que eu estudo, eu gosto mais, é um mundo diferente do que a gente está acostumado, não tem nada a ver como café que eu tomei a vida inteira. Eu gostava da confraternização, tomar um café, mas não gostava do amargo do café, o café bom não é amargo”, dispara.

No food truck, Estela prepara o café de forma tradicional, sem máquina. “Eu não tenho como fazer o café expresso. Eu uso a prensa francesa, americana e o coador. No início eu achei que não venderia café à noite, mas me surpreendi. Quem gosta de café bebe em qualquer hora do dia”, explica.

Agora, além dos cafés, a jovem incluiu no cardápio o tricolatte, uma espécie de cappuccino. “O cappuccino tradicional é um drink vaporizado, com uma dose de expresso. Mas, no Brasil incluíram a canela, o chocolate. Por isso, para agradar os paladares eu criei o Tripolatte, com chocolate e um pouco de café. Tem feito muito sucesso por ser bem doce”, diz. Em 180 ml, o Tripolatte sai por R$ 7,00.

Os outros cafés saem de R$ 4,00 a R$ 6,00. “Também vendemos sobremesas americanas como os cookies e os muffins, e brasileiras, como pão de mel e bolo de cenoura. O preço varia de R$ 3,50 a R$ 7,50”, diz. Informações pela página do Facebook. 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.