A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

27/05/2014 06:19

Com delivery fraco, em Campo Grande é quase impossível pedir algo depois de 23h

Anny Malagolini
Lanchonete é a única que funciona durante a madrugada (Foto: Cleber Gellio)Lanchonete é a única que funciona durante a madrugada (Foto: Cleber Gellio)

Não adianta achar que programa bom para as noites de frio em Campo Grande é ficar em casa, sob as cobertas, com o telefone ao lado para recorrer a algum delivery. Nesse quesito, a cidade vai mal, tem apenas uma casa que rompe a meia-noite fazendo entregas. A maioria tem limitações de distância e atende ao cliente em domicílio, no máximo, até às 23h. 

Veja Mais
Ex-gerente de fast food vende Nakedtone, além de pizza que é jantar e sobremesa
Com ingrediente mais importante, chef reúne alunos com down para ensinar ceviche

O cardápio é outro problema. Sobra apenas o sanduíche para quem não quer sair de casa de madrugada. Nem pizza é possível receber se o pedido não for consumado cedo. 

A pizzaria Domino’s, que fica na Rua Paraíba, 60, chegou à cidade como grande rede com padrões mundiais, com foco na entrega em domicílio. Mas por aqui, a marca incorporou o ritmo do comércio campo-grandense. Só recebe pedidos, assim como todas as outras pizzarias da cidade, até às 23h, com a possibilidade de entrega até 23h30.

No “Canil”, tradicional lanchonete de lanches da Capital, a entrega é realizada de segunda a sábado, mas também com pedidos de 17 até as 23 horas.

Comida italiana, da Cantina Romana, por exemplo, chega na porta de casa, mas seguindo o mesmo padrão de horário. O mesmo vale para a gastronomia eclética da cidade, do Kebab (sanduíche árabe) ao sushi de casas especializadas como Sushi Express e Kitai. A Cris Sushi vai até um pouco mais tarde, 23h30.

Fast Food também não salva. No Habib’s. o atendimento é um pouco confuso, depois das 23h você vai depender da sorte. Os pedidos para entrega em domicílio podem ser feitos, todos os dias, até às 23h30, porém, não é garantia de serviço efetuado com “sucesso”, admite um dos atendentes. Ele recomenda que o cliente ligue antes deste horário para que a compra seja realizada, pois o sistema de pedidos pode encerrar antes. Compras de até R$ 80,00 levam 28 minutos para serem entregues.

Nas casas de comida chinesa “China in Box”, um dos delivery mais conhecidos da cidade, as entregas ocorrem de segunda à sexta das 11 às 15 horas e das 18 às 23 horas. Porém, apesar de ser criado para atender o cliente em casa, a encomenda tem de ser efetuada até às 21 horas.

O concorrente, “Lig Lig”, segue até um pouco mais tarde, às 22h30, com horário máximo para a entrega é 23 horas. A casa funciona a partir das 18 horas, todos os dias.

Aberto - O Áquila Burguer é a exceção, aceita pedidos para entrega até às duas da manhã nos finais de semana e segunda a sexta, até a uma hora. Para comer no local, a lanchonete funciona até a saída do último cliente. 

A lanchonete existe há 23 anos e, segundo o proprietário, Paulo Melo, as entregas delivery no inicio eram apenas pela vizinhança, mas também durante a madrugada. Com o crescimento da demanda, a dificuldade foi manter o serviço, já que é quase impossível encontrar alguém que aceite trabalhar durante a madrugada.

Mesmo assim, ele não abre mão das entregas até mais tarde, porque nota a carência desse serviço. “Não é o horário de pico, não tem tantos pedidos como no horário comercial, mas há muitos clientes que procuram”, comenta.  

Se você tiver alguma sugestão de delivery que atende depois das 23 horas, compartilhe com a gente.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.