A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

25/06/2014 06:24

Com muita banana da terra e mandioca, irmãs criam tortas de sabor pantaneiro

Ângela Kempfer
Torta Pantaneira de pernil ao urucum - massa de mandioca coberta com parmesão ralado.(Fotos: divulgação)Torta Pantaneira de pernil ao urucum - massa de mandioca coberta com parmesão ralado.(Fotos: divulgação)

Os primeiros testes foram com a família. Depois de conseguirem os elogios, as irmãs Carolina e Cristina agora vivem de fazer e inventar comida. Desde dezembro do ano passado, a dupla encara a cozinha como prioridade. Ou estão entregando as encomendas, ou fazendo experiências com sabores regionais.

Veja Mais
Aproveitando época da guavira, chef ensina petit gâteou e brownie da fruta
Hamburgueria K Burguer traz deliciosas novidades

No Mercado Municipal, elas vão pesquisando produtos e assim surgem algumas versões exclusivas da BomBolo.

Uma das criações é a Torta Pantaneira, com cinco recheios bem sul-mato-grossenses. A massa é de mandioca, incrementada com carne seca com banana da terra, pernil ao urucum, frango com pequi, frango com guariroba ou linguiça de Maracaju com abóbora.

A banana da terra, por exemplo, é um dos ingredientes queridinhos na família Viduani. Além de ser recheio, a fruta também aparece na torta salgada com carne moída. A dica é escolher bem, para o ponto perfeito da massa. “Tem de saber comprar. Para dar certo, não pode estar verde ou muito madura”, diz Carolina.

Ela é professora aposentada e tem como felicidade atualmente inventar combinações para chamar os vizinhos, amigos e parentes para uma avaliação. “Eles são sinceros”, justifica.

Torta de churros no estilo naked cakeTorta de churros no estilo naked cake
Bolo de milho com cobertura de curau.Bolo de milho com cobertura de curau.

A ideia de criar o negócio surgiu de Cristina, jornalista que em determinado momento da vida decidiu que precisava seguir outro rumo. No esquema das duas, uma cuida da parte salgada e a outra só dos doces.

Cristina ficou com o açúcar e se aprimora no oficio de doceira. “Gosto de inventar. Temos, por exemplo, uma forma diferente de servir o brigadeiro: a mini tartelete”.

Como sabe que nem todo mundo gosta do sabor da pasta americana na cobertura das tortas, ela produz uma massa com a mesma textura, mas com o leite em pó como base. “Ficou uma delícia, parece aquele docinho de leite em pó”, explica.

Na lista de possibilidades para os clientes, há opções que pelo nome parecem deliciosas, como o bolo de milho com cobertura de curau, perfeito para o mês junino.

Cristina também faz a Torta de Churros, no estilo naked, com a massa inspirada na original, vendida pelas ruas da cidade, e muito doce de leite.

Tudo é vendido por tamanho, não por quilo. O cliente pode escolher entre porções na forma tradicional com furo ou na marmita, que serve “até 4 pessoas ou 2 gulosos”, brinca Cristina.

Para quem gosta de doce, os valores vão de R$ 10,00 a R$ 45,00 nos bolos e tortas. As versões salgadas também têm preços variados. A “marmitorta” Pantaneira (500ml), por exemplo, custa R$ 15,00.

As irmãs só vendem pelo site e o pagamento é feito com cartão de crédito, débito ou boleto bancário. As encomendas também podem ser feitas pelos telefones 3056-3270 e 3363 0916.

 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.