A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

24/01/2014 06:25

Conveniências de postos concorrem com restaurantes e agora vendem até feijoada

Ângela Kempfer
Propaganda da feijoada no Café Leão, no bairro Monte Castelo.Propaganda da feijoada no Café Leão, no bairro Monte Castelo.

Primeiro elas desbancaram muitas padarias em Campo Grande, agora começam a fazer as vezes de restaurantes e barzinhos da cidade. Algumas conveniências de postos de combustíveis há muito deixaram de ser coadjuvantes para emplacar como protagonistas.

Veja Mais
Batata de frigideira recheada é carro-chefe de truck que percorre feiras
Ex-gerente de fast food vende Nakedtone, além de pizza que é jantar e sobremesa

Já vendem pães, bolos e salgados há anos, mas cada vez disputam mais em qualidade com quem deveria ser referência nesse setor. Em conveniências de posto, hoje é possível encomendar salgadinhos e tortas para festas, tomar uma caipirinha, comer sushi, sobá e feijoada completa. Já o preço, pode ser bacana, ou bem alto.

Essa mudança começou há quase 20 anos, quando a Mais Q Pão abriu as portas no posto da avenida Zahran, 227, na Vila Santa Dorotheia. Ampliou a estrutura enxuta e hoje serve de tudo, até caldos à noite, de batata doce, alho poro e tantos outros sabores por R$ 21,90 o quilo.

Na concorrência, outros ampliaram a quantidade de produtos e foram mais longe, oferecem almoço, jantar e petiscos de boteco.

Conveniência na Zahran foi a primeira a investir pesado na vocação de padaria.Conveniência na Zahran foi a primeira a investir pesado na vocação de padaria.

Monte Castelo - No Café Leão Empório, na Mascarenhas de Moraes com a 14 de Julho, o movimento do posto se confunde com o da conveniência. No lugar, há o balcão para o cafezinho e as mesas para um lanche rápido, café da manhã, almoço (R$ 29,90 o quilo), jantar e feijoada brasileira aos sábados, com sobremesa e música ao vivo, por R$ 35,90.

Em um dos cantos, existe, inclusive, um espaço VIP, fechado para confraternizações pequenas.
A casa também abriu com os buffets diários de salgadinhos e doces vendidos por quilo. Tem pão fresco e, inclusive, a possibilidade de tomar uma taça de vinho da colônia (R$ 6,00) ou uma caipirinha (R$ 10,00).

Para quem gosta de boteco, o cardápio oferece ainda porção de calabresa (R$ 21,90) ou de filé (R$ 28,90) e também pizza com as opções tradicionais (R$ 23,90 a grande).

No Trokar, as surpresas continuam na sobremesa. No Trokar, as surpresas continuam na sobremesa.

Centro - No Trokar, na Fernando Corrêa da Costa com a José Antônio, a marca de um dos postos mais conhecidos da cidade ganhou um “Smart Food”. É uma conveniência, padaria, restaurante, barzinho...As refeições são à la carte e incluem pizza.

No cardápio, há combinados de comida japonesa, de sushi ao temaki (de R$ 8,90 a R$ 94,00), o sobá campo-grandense (R$ 14,00) e pratos sofisticados, como risoto com salmão.

As massas especiais custam R$ 21,90 a porção individual, com talharim, penne e espaguete como opções, servidas em um ambiente de arquitetura moderna, descolada.

Na sobremesa, as surpresas continuam, com dedo de chef e o Tempura de Sorvete (R$ 14,00) ou o Petit Gateau (R$ 12,00). Há dois meses, o Trokar Smart Food também abre aos sábados com feijoada, por R$ 39,90.

A maior vantagem dos 3 pontos é que atendem das 6h às 22h, para todo o tipo de fome, de segunda à segunda.




Muito boa esta ideia de restaurante/padaria/conveniência. Uma tendência que chega a nossa capital. Eu sempre vou ao Trokar, e indico a comida japonesa que é fresquinha, uma delícia. Atendimento 10 e pessoal super comprometido. Só tenho coisas boas a dizer de empreendedores que inovam e estão deixando nossa Campo Grande com cara de metrópole!
 
Alexandre Moralles em 24/01/2014 18:15:05
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.