A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

28/04/2014 06:23

Cutelaria de Campo Grande tem cara simples, mas é “grife” de facas de todo tipo

Elverson Cardozo
Kits começam em R$ 140,00 mas podem chegar a R$ 1 mil. (Foto: Marcelo Victor)Kits começam em R$ 140,00 mas podem chegar a R$ 1 mil. (Foto: Marcelo Victor)

Na Vila Palmira, em Campo Grande, a Imperial Cutelaria tem “cara” simples, mas a imagem singela da empresa, que funciona em uma casa, logo é posta de lado diante do cuidado artesanal na produção das facas utilitárias aos kits especiais voltados aos chefs de cozinha.

Veja Mais
Hamburgueria K Burguer traz deliciosas novidades
Com kibe cru, sushi árabe tem recheios tradicionais e coalhada ao invés de shoyu

O negócio existe há cinco anos e é comandado pela jornalista Edilce Mesnerovicz, de 41 anos, que deixou a profissão de lado para se dedicar à nova carreira ao lado do marido, o cuteleiro Alexandre Augusto Barbosa, 43.

Acabamento das peças é feito de forma manual. (Foto: Marcelo Victor)Acabamento das peças é feito de forma manual. (Foto: Marcelo Victor)

“A gente trabalha em um nicho de mercado que atende clientes mais especializados, como os chefs de cozinha. Temos, também, uma linha voltada para churrasco e outra corporativa”, explica Alexandre.

A fábrica possui 7 linhas de produtos: Bizâncio, Esportiva, Ferrarius, Hitita, Luís XV, Mediterrâneo e Pantanal. Cada uma tem uma indicação específica e a diferença está no material, acabamento, empunhadura e até no “tempo de vida útil”.

A Hitita, por exemplo, é, nas palavras do cuteleiro, “faca de churrasco, mediterrânea, de uso geral”. Já a Luís XV é mais robusta, resistente e de fácil manuseio. “Corta muito bem”, destaca.

Ferramenta e “brinquedinho”- Na linha de produção, pelo menos 13 pessoas, entre homens e mulheres, trabalharam para garantir a qualidade dos produtos, que recebem acabamento manual, em um verdadeiro trabalho artesanal.

Uma faca, na avaliação do casal, não é só uma faca, mas uma ferramenta. E é sob esse conceito e aplicabilidade que a cutelaria de Campo Grande se tornou uma espécie de “grife” do setor para quem gosta de cozinha e gastrônomia.

Edilce e Alexandre estão à frente da empresa há 5 anos. (Foto: Marcelo Victor)Edilce e Alexandre estão à frente da empresa há 5 anos. (Foto: Marcelo Victor)

“Isso virou uma opção de brinquedo para os homens”, diz Alexandre. “A cozinha é um dos principais ambientes da casa, onde acontecem jantares de negócios, reuniões familiares, então todo mundo quer ter um talher diferente”, completa Edilce.

Os produtos fabricados na cutelaria custam de R$ 60,00 (faca utilitária) a R$ 1 mil (kit) e são revendidos em empresas conhecidas, como a Casa do Chef e a Bonsmara Beef, de São Paulo.

A lista de clientes inclui, ainda, nomes como Comper, Adepol e Banco do Brasil, que costumam encomendar “brindes estratégicos”. Mas também há parcerias com restaurantes sofisticados como o Jojô Cozinha Contemporânea, da rua Euclides da Cunha.

Serviço – A Cutelaria Imperial fica na Rua Miranda, 167, Vila Palmira, em Campo Grande. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 3362-2512, no e-mail imperial@imperialcutelaria.com.br ou no site www.imperialcutelaria.com.br.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.