A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

09/03/2015 06:52

Engenheiro cria cerveja artesanal mais escura e batiza bebida de "Kapi’wara"

Aline Araújo
Cerveja tem 5,5% de teor alcoólico. (Foto: Marcos Ermínio)Cerveja tem 5,5% de teor alcoólico. (Foto: Marcos Ermínio)

Mais escura, amarga e encorpada. Assim é a "Kapi’wara", nova cerveja artesanal produzida em Campo Grande, lançada no final de semana. Ela vem engrossar o mercado cervejeiro no Estado, que aos poucos oferece novos sabores para os apreciadores da bebida.

Veja Mais
Aproveitando época da guavira, chef ensina petit gâteou e brownie da fruta
Hamburgueria K Burguer traz deliciosas novidades

Quem criou a marca foi o campo-grandense Daniel Arruda Pinto, de 28 anos, que é engenheiro de computação. Ele sempre gostou de provar "cervejas diferentes", mas só foi estudar e fazer um curso de fabricação artesanal quando, em 2003, se mudou para Belo Horizonte. Na cidade, diz, a cultura cervejeira é bastante forte.

Depois da qualificação, vieram os primeiros equipamentos e aí, de volta à Capital, em 2005, Daniel passou a fazer testes para criar a própria cerveja. Após algumas tentativas, ele chegou à formula da "Kapi’wara", que tem 5,5% de teor alcoólico e é apresentada como "uma cerveja leve, mas com personalidade e amargor presentes".

Apesar da grafia diferente, que inclui o uso do apóstrofo, o nome do produto, para quem mora em Mato Grosso do Sul, é de fácil associação. “Como eu sou daqui, sempre tive contato com a Capivara. Pesquisei e descobri que é um dos animais que cobre todo o território nacional. Então, batizei a cerveja”, explica.

Por mês, ele produz apenas 60 litros. Como atua como engenheiro, Daniel fabrica a bebida apenas no tempo livre. Mas o hobby virou um negócio que, pelo visto, está crescendo. A meta dele agora é profissionalizar cada vez mais a produção.

Degustação - O lançamento da "Kapi’wara" foi na "262 Kustom Shop", uma galeria com pub, onde o engenheiro ministrou um workshop de fabricação de cervejas.

Convidados provaram nova bebida e participaram de um workshop de fabricação de cerveja artesanal.  (Foto: Marcos Ermínio)Convidados provaram nova bebida e participaram de um workshop de fabricação de cerveja artesanal. (Foto: Marcos Ermínio)

No encontro, convidados degustaram a nova bebida. O empresário Eduardo Volpe, de 43 anos, aprovou o sabor. “Gostei. Acho que ela tem um retorno bom na boca. O próprio lúpulo marca bem o sabor e isso é um diferencial para quem gosta de cervejas com essa característica”, afirma.

A dica que ele dá, para quem gosta ou pretende consumir cervejas artesanais, que são mais caras, é beber menos. "É melhor você tomar uma boa, que vai te satisfazer, do que meia dúzia de comuns”, diz.

Além de aprender a produzir cerveja em casa, o grupo também discutiu questões relacionadas ao mercado cervejeiro local. O engenheiro eletricista Fábio Galizia, de 50 anos, diz que o crescimento no setor, por aqui, é um reflexo nacional.

Ele morou na Alemanha durante dois anos e, quando voltou, trouxe como herança cultural o fascínio pela bebida. “Cada cidade lá tem a sua própria cerveja", comenta. Para ele, o brasileiro ainda está, aos poucos, descobrindo as cervejas artesanais.

Serviço - A cerveja Kapi'wara, criada pelo campo-grandense Daniel Arruda, pode ser encontrada na 262 Kustom Shop, localizada à Rua 13 de junho, 945, e na "Big Field Beer - Cervejas Especiais", que fica na Rua Harmonia, 161. Cada garrafa, de 600 ml, custa R$ 15,00.




Parabens pela cerveja, pelo nome e pelo logotipo que ficou ótimo!!! Boa sorte na empreitada!
 
Max em 09/03/2015 13:51:31
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.