A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

13/06/2012 09:30

Lado B mostra como degustar cinco estilos de chopp

Fabiano Arruda
Na ordem, da esquerda para direita, chopps black, slow, claro ou pilsen, escuro e de vinho. (Foto: Rodrigo Pazinato)Na ordem, da esquerda para direita, chopps black, slow, claro ou pilsen, escuro e de vinho. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Cinco estilos de chopp e gostos bastante diferentes. Há ordem e sequência para degustar cada um e extrair o máximo do sabor.

Veja Mais
Quiosque atrai pela diversidade de cervejas, mas preço pode chegar a R$ 394
Com 60 rótulos de cerveja, loja prega “beba menos, beba melhor”

No quiosque Germânia, propriedade do bar Mercearia, em Campo Grande, o desejado objeto do “happy hour” surge com formas que fogem do convencional.

O recomendado, segundo os garçons que deram aula à reportagem, é provar primeiro o chopp claro ou pilsen, o mais tradicional e conhecido.

Em seguida entra o “slow”, também de cor amarelada, em que o processo de filtragem é quase artesanal, o que torna a bebida mais bruta.

Para quebrar o gosto forte na língua provocado pelo “slow” o terceiro da lista é o chopp de vinho, que lembra o gosto do “keep cooler” e faz sucesso entre as mulheres. De forma mais direta, parece um vinho com gás.

Chopp de vinho é o preferido do público feminino.Chopp de vinho é o preferido do público feminino.

Os dois últimos da ordem são de cor escura. O quarto da lista é o “black”, estilo malzebier, mais adocicado do que amargo.

No momento da confecção antes de ser servido ao cliente, faz uma espuma em formato de cascata. Minutos depois a espuma se esvai e a cerveja fica lá. Assim, é impossível servir o “black” sem colarinho.

Para fechar a degustação o chopp a ser provado é o “escuro”, que tem sabor forte e adocicado.

Segundo o gerente José Carlos Ferreira todos os estilos são recomendados para serem consumidos com pratos específicos. “O público vem mais para comer e compra a cerveja como acompanhamento”, comenta, revelando que o litro do chopp custa entre R$ 6 e R$ 9.

Ao centro cerveja Deus: produção limitada e preço de R$ 300.Ao centro cerveja Deus: produção limitada e preço de R$ 300.

Ele destaca que pelo menos 30% dos consumidores que frequentam o local é formado por “curiosos”, interessados em desbravar os sabores da cerveja.

Há também aluguel de máquinas de chopp para festas. O produto pode ser consumido no prazo de três dias depois de o barril ser aberto, por conta de a bebida ser pasteurizada.

Os clientes que vão ao quiosque têm acesso ao mesmo cardápio do Mercearia, que atua com uma carta de 110 rótulos de cerveja.

Os preços começam com R$ 4,50 e podem chegar a R$ 300, no caso, a cerveja

“Deus”. O “poder” da bebida está em diferenciais como produção anual zlimitada, características de puro malte e aroma considerado complexo, já que apresenta fragrâncias como maça e hortelã.




Bacana a reportagem. Parabéns ao Campo Grande News por esar abordando o assunto cerveja de forma especial.
 
Felipe Zuffo em 14/06/2012 06:16:06
Melhor lugar para se ir em campo grande.
 
Alexandre Lima em 13/06/2012 12:43:56
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.