A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

16/02/2014 08:23

Novidades em supermercados, sobremesas são lindas, mas nada gostosas

Ângela Kempfer
Torta espanhola à venda no Carrefour.Torta espanhola à venda no Carrefour.

O visual é tão bonito que é difícil resistir as tortas exibidas em uma das gôndolas do setor de panificação do supermercado Carrefour. O preço é de assustar, R$ 24,90, mas a torta é linda, com creme brilhante, e o letreiro ainda aguça a curiosidade indicando que é tipicamente espanhola.

Veja Mais
Aproveitando época da guavira, chef ensina petit gâteou e brownie da fruta
Hamburgueria K Burguer traz deliciosas novidades

Mas quem vai pela estampa, acaba na desilusão. O investimento é péssimo. A "Torta de Creme de Morango" importada da Espanha frustra já no primeiro corte. É seca, com creme apenas na superfície e um gosto de bala de boteco.

Os supermercados têm novidades nas prateleiras, mas os preços superam valores de produtos feitos de maneira artesanal e a sensação é de perda de dinheiro, por isso, o Lado B resolveu compartilhar a experiência ruim, já que sabor é algo que prezamos como editoria.

A torta é vendida nos sabores morango, chocolate e Creme Burle, mas nenhuma tem o sabor dessas coberturas. Todos são parecidos, como uma crosta de açúcar e corantes.

No supermercado Extra, o diferente tem propaganda de "receita original", de produto brasileiro com jeito caipira, Mas é só publicidade. Os doces "Segredos da Fazenda" têm um apelo bacana: vendem em potinhos descartáveis doces que normalmente estão em compotas.

Nos potes de 280 gramas, há doce no sabor "Cocada Morena", "Cocada Branca" e "Mamão Ralado", sabores tradicionais da culinária brasileira.

Mas a semelhança fica só por aí. Industrializado, vindo de Betim, em Minas Gerais, o doce cremoso mais parece uma calda açucarada com pedaços de mamão ou de coco e, o pior, com 46 calorias em cada colherada. Outra decepção pelo preço que vai de R$ 7,01 a R$ 8,33 (o 1 centavo também é um detalhe surpreendente).

Doces clássicos, com muito açúcar o Extra.Doces clássicos, com muito açúcar o Extra.



Parabenizo o editorial do "Lado B" haja vista que sempre leio e anoto as boas dicas aqui divulgadas. A matéria aqui comentada também não deixa de ser uma "boa dica" por informar e compartilhar a experiência ruim possibilitando nos livrar da mesma. A matéria chamou a atenção pelo respeito aos leitores. Em tempo, vale ressaltar o histórico da coluna, com boas matérias, informações, curiosidades, entretenimento e bons serviços prestados aos leitores. Geralmente é um prazer lê-la. Parabéns.
 
Rodrigo da Silva em 17/02/2014 08:11:19
Parabéns pela matéria;como sempre, útil e corajosa. Verdade incontestável sobre o sabor,o preço e a qualidade!
 
rosangela Godoy em 16/02/2014 23:29:33
Pra que colocar o valor de R$ 7,01 (sete reais um centavo) ou com preço final de R$ 0,9 (nove centavos)? O(a) caixa vai arredondar para R$ 7,05 (sete reais e cinco centavos) ou R$ 0,10 (dez centavos), pois em comércio nenhum tem moeda de R$ 0,1 (um centavo) para voltar de troco. Caso não arredonde, para cima, ao fechar o caixa vai dá diferença e não vai sair do bolso dele(a) e nem o comerciante vai querer ficar no prejuízo. É direito meu, eu cobro o que é meu.
 
Carlos José em 16/02/2014 17:52:06
Por isso que sou à moda antiga, faço meus quitutes em casa, ao menos sei o que minha família está consumindo. Além de ter um custo bem abaixo do praticado no comércio, o sabor certamente é inigualável!
 
Odineia Reis em 16/02/2014 08:48:18
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.