A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

16/05/2016 06:05

Porco na lata e porção de carne de sol dão sabor de fazenda a bar na Bom Pastor

Naiane Mesquita
Porção de porco na lata vem com a opção de mandioca, polenta ou batata frita (Foto: Alcides Neto)Porção de porco na lata vem com a opção de mandioca, polenta ou batata frita (Foto: Alcides Neto)

A decoração lembra muito uma pequena sede de fazenda, com um grande balcão de madeira, o reboco ainda com falhas na construção e muitas trepadeiras. No Jardins Petiscaria, tudo foi pensado inicialmente para ser uma floricultura, por isso tantas mudas crescem por ali. Mas, como está localizado na rua Bom Pastor, os filhos do proprietário o convenceram de que bom mesmo seria um bar.

Veja Mais
Bar serve comida alemã e cliente ainda pode conhecer fábrica de cerveja
Mistura de peruana com oriental, tendência para 2017 é cozinha que une 2 países

Carne de sol com batata frita também está no cardápio.Carne de sol com batata frita também está no cardápio.

Mesmo assim, parte da ideia inicial foi mantida, como a construção rústica e as trepadeiras no quintal.

Para seguir a inspiração, o cardápio segue as tendências da fazenda, com Porco na Lata com mandioca frita e carne assoleada acebolada com manteiga de garrafa. “Pensamos desde o início em porções e fomos nós mesmos que pensamos em tudo, com base no que a gente gostava ou conhecia”, afirma um dos sócios, Lucas Costa Coutinho, 28 anos. Ao lado do pai, Carlos e do irmão, Gabriel, os três tocam o empreendimento inaugurado há duas semanas.

A carne de Porco na Lata é uma invenção de fazenda. “Nós sempre frequentamos fazenda, eu trabalhava como técnico agrícola e meu pai presta serviços para frigoríficos. Normalmente, em fazenda para conservar a carne de porco, ela é mantida na banha mesmo após frita. Depois, eles fritam de novo para consumir. É assim que fazemos aqui. A diferença é que primeiro nós a cozinhamos, conservamos na banha e fritamos”, explica.

As porções vem em cestinhas e amarradas com retalhos dos tecidos usados para decoração do espaço. “Pensamos em fazer algo bem rústico, que lembrasse mesmo a fazenda em todos os aspectos. Todas as porções tem 500 gramas de carne”, ressalta.

A decoração do bar é rústica e parece uma fazenda (Foto: Alcides Neto)A decoração do bar é rústica e parece uma fazenda (Foto: Alcides Neto)

O Porco na Lata custa em média de R$ 30,00 a R$ 35,00, dependendo do tamanho. Já o de carne seca ou assoleada custa R$ 40,00, apenas no tamanho grande. O Jardins ainda tem outros pratos no cardápio, como tilapia empanada, frango a passarinho, linguíça suína, espetinho, picana e contra-filé ao chimichurri. No valor de R$ 50,00 apenas o filé na chapa e a picanha grelhada.

“O espaço é bem amplo, temos nosso próprio estacionamento, o que na Bom Pastor é raro. Fizemos um evento de inauguração que comportou bem até 200 pessoas. No futuro, quando as trepadeiras cresceram a sombra será ainda melhor. Nos fundos também há espaço para mesas, com a inclusão de um espaço Kids”, afirma Carlos.

Como seria uma floricultura, o espaço ainda tem muitas flores na decoração (Foto: Alcides Neto)Como seria uma floricultura, o espaço ainda tem muitas flores na decoração (Foto: Alcides Neto)
Área interna também tem samambaias e outras delicadezas (Foto: Alcides Neto)Área interna também tem samambaias e outras delicadezas (Foto: Alcides Neto)

“Arquiteto” do projeto, foi ele que deu a inspiração para tudo que está em pé. “Construímos durante nove meses e sempre vinham perguntar quem tinha feito o projeto. Um mineiro passou aqui e disse que se parecia com as casas do interior de Minas, essa é a ideia. Que seja aconchegante, lembre uma fazenda”, descreve.

Durante as quartas-feiras, o espaço abrirá com a opção para assistir a jogos de futebol. Já no final de semana haverá música ao vivo, do sertanejo ao MPB. “No futuro vamos abrir para o almoço também”, indica Lucas.

Por enquanto, o Jardins Petiscaria, funciona das 18h às 23 horas. O espaço fica no final da avenida Bom Pastor, após os condomínios fechados. Informações pelo telefone (67) 9615-7924 ou na página do Facebook.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.