A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

26/02/2015 08:03

Sítio harmonioso serve café da manhã regional até com queijo de cabra

Paula Maciulevicius
À mesa, um cardápio preparado e produzido ali mesmo, com carinho de quem faz para receber bem. (Foto: Míriam Arazini)À mesa, um cardápio preparado e produzido ali mesmo, com carinho de quem faz para receber bem. (Foto: Míriam Arazini)

O nome do lugar sugere a harmonia que o sítio transborda. Neste domingo, contabilize 22 quilômetros a partir da UCDB e vá até Rochedinho para um café da manhã regional e cheio de detalhes. À mesa, um cardápio preparado e produzido ali mesmo, com carinho de quem faz para receber bem.

Veja Mais
Para comer com os olhos, queijo de cabra é incrementado com flores comestíveis
Aproveitando época da guavira, chef ensina petit gâteou e brownie da fruta

De porteiras abertas, o Sítio Harmonia, do produtor e estudante de Gastronomia, Anderson Medeiros, oferece aos domingos o "Café no Sítio". Agora em março, as edições acontecem toda semana nos dias 1, 8, 15, 22 e 29. Só é preciso reservar, porque mesmo harmonioso, o lugar é disputado. 

"É um café regional com comida sul-mato-grossense e degustação dos queijos de cabra. De repente a pessoa vem pra isso mesmo e ela pode provar, dentro do café, os queijos", explica Anderson. A produção dos queijos a partir do leite de cabra já vem desde o ano passado, depois que Anderson trocou a vida agitada de empresa na Capital pela tranquilidade de trabalhar e viver junto à natureza no sítio.

Bolos, chipaguaçu e geleias entram no menu. (Foto: Míriam Arazini)Bolos, chipaguaçu e geleias entram no menu. (Foto: Míriam Arazini)
Assim como os queijos de cabra produzidos no sítio. (Foto: Míriam Arazini)Assim como os queijos de cabra produzidos no sítio. (Foto: Míriam Arazini)

Servido das 8h30 às 10h30, o café da manhã tem leite de cabra e de vaca, suco de laranja, água aromatizada, chá mate, café preto, além de bolo de cenoura, de fubá, quebra-torto (famosa combinação de arroz carreteiro e ovo frito), chipaguaçu (semelhante à sopa paraguaia), pão caseiro, geleias e os queijos.

Os alimentos seguem a linha "slow food", que prima pelo prazer da alimentação dando vez aos produtos artesanais que respeitam o Meio Ambiente e seus produtores e contra à padronização. Segundo Anderson, 95% do que é oferecido é produzido por ele mesmo.

A ideia surgiu para receber o público que queria provar o queijo de cabra antes de comprar e também pela admiração de Anderson em cima da regionalidade. "Me identifico muito com isso. Foi com essa ideia de poder valorizar um pouco mais a comida regional, não sou especialista, ainda estou aprendendo", afirma.

Nos arredores da cidade são poucos os lugares que além de oferecer o verde podem também difundir os alimentos produzidos ali. "Estou procurando fazer pratos que futuramente a gente possa inserir dentro do café regional de qualquer cidade do Estado", completa Anderson.

Quebra-torto também está à mesa, a famosa combinação arroz carreteiro e ovo. (Foto: Míriam Arazini)Quebra-torto também está à mesa, a famosa combinação arroz carreteiro e ovo. (Foto: Míriam Arazini)

A primeira edição aconteceu no último domingo, depois que um "piloto" foi realizado entre chefs e conhecedores da Gastronomia no Estado. "Chamei alguns amigos para que eles me dessem um feedbback de apresentação, a quantidade, o volume, essas coisas", explica.

Depois de servido o café, os visitantes são divididos em turmas para conhecerem o sítio. "Quem quiser pode descer para ver os animais, entender o manejo, tirar fotos, visitar a capela. A gente faz toda essa interação. Agora tem um cabritinho mamando na mamadeira e para criança é bem interessante com os animais", opina Anderson.

Às 12h, o passeio termina, mas fica a vontade de ir no próximo. Os valores são justos dentro daquilo que é oferecido, R$ 30,00 por pessoa. Crianças de até 7 anos não pagam e dos 7 aos 12, apenas R$ 15,00. Além do café da manhã, os queijos também são vendidos.

Como já avisado, a disputa é acirrada no Sítio e para reservar, é preciso ligar no 9985-4310, ou então, mandar uma mensagem para o Perfil do Sítio Harmonia, no Facebook. A limitação máxima é de 30 pessoas a cada domingo.

Animais são atração a parte, principalmente para os pequenos. (Foto: Míriam Arazini)Animais são atração a parte, principalmente para os pequenos. (Foto: Míriam Arazini)
O Café no Sítio comporta até 30 pessoas por edição. (Foto: Míriam Arazini)O Café no Sítio comporta até 30 pessoas por edição. (Foto: Míriam Arazini)
Local está a 22 km partindo da UCDB. (Foto: Míriam Arazini)Local está a 22 km partindo da UCDB. (Foto: Míriam Arazini)



Boa opção para os Moto clubes de Campo Grande
 
wild em 26/02/2015 12:51:57
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.