A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

27/07/2012 10:35

Anta de 200kg é resgatada de piscina em chácara; veja o vídeo

Mariana Lopes
Bombeiros levaram 15 minutos para retirar a anta de dentro da piscina. (Fotos: Tatiana Ota)Bombeiros levaram 15 minutos para retirar a anta de dentro da piscina. (Fotos: Tatiana Ota)
Bombeiros tentam acalmar e imobilizar a anta após o resgate. Bombeiros tentam acalmar e imobilizar a anta após o resgate.

A tranquilidade típica de áreas rurais foi quebrada na manhã de hoje em uma propriedade no bairro Chácara dos Poderes, em Campo Grande. A visita inusitada de uma anta, que foi encontrada pelo caseiro se debatendo na piscina de uma chácara abandonada, mobilizou vizinhos, bombeiros e policiais militares ambientais.

Veja Mais
Cidade tem manhã chuvosa, mas volume continua abaixo da média
Clima chuvoso e com máxima de 36ºC nesta sexta-feira em MS

Por volta das 6h, o caseiro da chácara vizinha percebeu o movimento na piscina e viu o animal tentando sair. Os vizinhos acreditam que a anta tenha ido beber água na piscina, se desequilibrou e caiu.

“Quando a encontramos, ela já estava muito cansada e machucada, acho que ela passou muito tempo tentando sair”, observa o arquiteto Roberto Ota, 53 anos, proprietário da chácara ao lado. Ele conta que laçou uma corda no pescoço da anta e ficou segurando-a na beira da piscina até os bombeiros chegarem.

Os bombeiros levaram cerca de 15 minutos para conseguir tirar o animal de dentro da água. Segundo os militares, a anta pesa aproximadamente 200 quilos e o fato dela estar muito nervosa dificultou os trabalhos de resgate deles.

Com o animal já fora da água e todo machucado, o desafio dos bombeiros e da PMA foi para controlar e tentar amarrar a anta, que gritava e se mexia muito.

Roberto ficou segurando a anta por uma corda até os bombeiros chegaremRoberto ficou segurando a anta por uma corda até os bombeiros chegarem

Foram necessários quatro homens para imobilizá-la e então colocá-la na rede para levar até a carroceria da viatura da polícia. Não foi usado nenhum tipo de calmante para sedar a anta.

Segundo a PMA, o animal foi encaminhado para o Cras (Centro de Reabilitação de Animal Silvestre). Por a região ser de chácaras e mata fechada, a presença de animais silvestres é comum.

“Acho que a polícia e os bombeiros deveriam ser mais preparados para este tipo de resgate, porque isso é fácil de acontecer por aqui”, pontuou a turismóloga Tatiana Ota, 26 anos.

Ela reclamou da demora da PMA em chegar ao local, cerca de uma hora. A corda usada para o resgate foi emprestada por um dos vizinhos.

Preocupação- Tatiana é filha de Roberto e também é proprietária de uma chácara na região. Ela conta que há pelo menos dois anos, desde que a família comprou as propriedades, a chácara na qual a anta foi encontrada está abandonada.

“Já encaminhamos denúncia ao Ministério Público Estadual sobre o abandono do local, porque essa piscina com certeza está cheia de larva do mosquito da dengue, e eu tenho crianças que vivem brincando aqui, tenho os funcionários que vivem aqui, fico preocupada com a situação”, diz Tatiana.

Veja abaixo imagens da anta na piscina




PARABENS AO TRABALHO DOS BOMBEIROS QUE MAIS UMA VEZ ESTA SALVANDO VIDAS!
 
fabiano alves em 27/07/2012 08:06:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions