A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

27/08/2012 17:00

Após apanhar e ser queimado, gambá é resgatado em Dois Irmãos do Buriti

Viviane Oliveira
O animal tem dificuldades para se alimentar e, segundo a veterinária não pode mais voltar para a natureza. O animal tem dificuldades para se alimentar e, segundo a veterinária não pode mais voltar para a natureza.

Após apanhar e ser queimado, um gambá foi encontrado por volta das 11h da última sexta-feira (25) em Dois irmãos do Buriti. Agora, nunca mais vai voltar para a natureza.

Veja Mais
Temporal com chuva de 30 milímetros e vento forte alaga ruas de Dourados
Corpo de bombeiros trabalha em alerta para chuva e novos estragos

O mamífero foi sorrido e encaminhado para a ONG Abrigo dos Bichos em Aquidauana. Lá o animal silvestre recebeu medicação e será encaminhado para o Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), em Campo Grande.

O animal perdeu a maioria dos dentes, teve as patas dianteiras queimadas e a cabeça. A veterinária responsável pela ONG, Débora Nogueira da Silva, precisou tirar os dentes quebrados que estavam atravessados na boca do bicho.

Chamada para resgatar o animal, a funcionária de Controle de Vetores de dois Irmãos do Buriti, Valda Silva, achou que ele estava morto. Em uma pilha de tijolos embaixo de um sol forte o bicho, além de ter apanhado muito, ainda estava queimado.

Encaminhado no mesmo dia para o Abrigo dos Bichos em Aquidauana, o gambá foi medicado e agora precisa ser encaminhado para o Cras. “Aqui não temos especialistas para cuidar de animais silvestres”, disse a veterinária.

Segundo Débora, o gambá passa bem e é alimentado com bananas e ovos. Comum na região, o animal é do tamanho de um gato, pesa em média 4 quilos e tem 50 centímetros de comprimento.

Por causa das poucas matas, o mamífero - que é conhecido por soltar forte odor - acabou domesticado. “Eles incomodam um pouco, mas não justifica tamanha crueldade”, finaliza a veterinária.

De acordo com a lei federal 9.605/98, praticar ato de abuso, maltratar, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos e domesticados é crime, com multa e pena de três meses a um ano de prisão.




Dá medo só de imaginar que tipo de ser humano é este que fez isto com este animal, amor é ZERO na vida de um ser deste
 
Flaviana Silva em 28/08/2012 07:48:40
Eu não entendo pq as pessoas fazem isso com animais. Meu sonho era entender. O pq de tanta crueldade, não só contra esses bichinhos indefesos. Espero que esses anjos que o socorreram consigam deixá-lo bem, e que Deus ilumine a pessoa para que não tenha un castigo horrendo o qual seria merecido.
 
Lucia Carvalho em 28/08/2012 07:14:07
Que coisa mais odiosa. Nestas horas so com um exercicio mto arduo p n despertar os piores sentimentos e pensamentos.
 
Fernanda Mathias em 27/08/2012 09:33:46
Que a sociedade puna exemplarmente quem fez isto. Caso contrário, este tipo de monstruosidade estará longe de parar.
De nada adianta uma lei se na hora de fazer cumprir a sociedade "tiver coisa melhor com que se preocupar", como ir à padaria ou ao açougue, por exemplo.
Chega de apatia! Pois ela só reforça a covardia e crueldade. Se este tipo de brutalidade não é absurda, o que é então?
 
Keila Arruda em 27/08/2012 09:01:40
Parabéns a equipe de vetores de Dois Irmãos,especialmente a funcionária Valda que demostrou sensibilidade e compromisso com a natureza, que sirva de exemplo a toda comunidade e que a policia encontre esses marginais.....
 
carlos leite em 27/08/2012 07:46:09
Mais porque fizeram isto???Que Deus ilumine a vida deste animalzinho..
 
Michelle Farell em 27/08/2012 06:16:44
Triste!!! É mesmo uma crueldade com um ser tão indefeso!
 
Paula Hernandes em 27/08/2012 05:10:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions