A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

25/02/2011 12:14

Caçadores são presos com capivaras abatidas em Paranaíba

Fabiano Arruda

Eles confessaram ter matado os animais a pauladas

Policiais da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Cassilândia prenderam, na madrugada desta sexta-feira, dois caçadores com três exemplares de capivara abatidos.

Durante a ação, os policiais abordaram a dupla num veículo, na base da PRF (Polícia Rodoviária Federa) de Paranaíba e, após vistoriar o carro, encontraram as capivaras mortas.

Os caçadores confessaram que mataram os animais a pauladas numa fazenda na região. O veículo e as carcaças dos animais foram apreendidos.

Os caçadores foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil de Paranaíba. Eles foram autuados por crime ambiental e, caso condenados, podem pegar pena de seis meses a um ano de detenção.

Além disso, cada um terá que pagar o valor de R$ 1,5 mil.

Fazendeiro multado – Em outra ação, a PMA autuou ontem, em Juti, um fazendeiro por armazenamento de agrotóxicos de forma irregular e por posse ilegal de arma de fogo. Ele foi multado em R$ 30 mil.

Segundo informações dos policiais, foram encontradas centenas de embalagens vazias espalhadas pela propriedade, muitas delas utilizadas recentemente, além de outras com agrotóxicos.

A arma encontrada foi uma carabina calibre 22 e mais 85 munições, sem qualquer documentação legal.

O fazendeiro responderá por crime ambiental e pode pegar pena de um a quatro anos de reclusão.

Ele responderá também por crime de posse ilegal de arma e, neste caso, a pena é de um a três anos de detenção.

Os produtos e a arma foram apreendidos.




Tinham era que dar uma meia duzia de "CAPIVARADAS" no lombo destes elementos, assassinos de animais, que não fazem outra coisa na vida deles, a não ser embelezar o meio ambiente.
 
Antonio Mazeica em 26/02/2011 10:41:26
Como que pode matar dois animais a pauladas, isso é inaceitável.
 
joao paulo em 25/02/2011 01:20:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions