A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

09/03/2011 11:06

Campanha da Fraternidade aborda o tema meio ambiente e vai incentivar coleta seletiva na Capital

Ricardo Campos Jr.

Tema propõe reflexão e mudança nos hábitos dos cristãos

Arcebispo diz que campanha pretende conscientizar a população sobre questões ambientais e envolverá diversos projetos e debates. (Foto: Ricardo Campos Jr.)Arcebispo diz que campanha pretende conscientizar a população sobre questões ambientais e envolverá diversos projetos e debates. (Foto: Ricardo Campos Jr.)

Pela 4ª vez em 47 anos de Campanha da Fraternidade, que terá início em todo o Brasil a partir desta quarta-feira, a temática do meio ambiente vem à tona provocando discussões, debates e mudança na vida e hábitos dos cristãos. Em Campo Grande, entre os projetos da Arquidiocese para abordar o tema “Fraternidade e Vida no Planeta”, está a mobilização da sociedade para a implantação da coleta seletiva na cidade.

“Algumas famílias já fazem, mas não adianta se o coletor recolhe e manda para o mesmo lugar. Nós mesmos vamos começar a selecionar” disse o arcebispo de Campo Grande Dom Vitório Pavanello durante coletiva com a imprensa pela manhã.

O ápice da campanha ocorre durante a quaresma, cujo início é marcado pela celebração da quarta-feira de cinzas. Durante esse período haverá coleta de assinaturas nas paróquias, um abaixo-assinado. De acordo com o arcebispo se trata de uma iniciativa para incentivar o poder público a pensar em destinos corretos para o lixo.

“Queremos chamar atenção de governantes, de todas as pessoas, de todos aqueles que respiram nesse mundo”, explica Dom Vitório, “A coleta seletiva é uma realidade que precisa existir dentro da cidade”.

Também será feita uma conscientização para que haja separação dos detritos dentro das casas da população. “O cristão não pode pensar ‘isso não me interessa’ ou que ‘isso não vai adiantar’. Essa é a nossa colaboração. Não podemos resolver o problema, mas podemos ajudar a melhorar”, diz o arcebispo.

Outro projeto dentro da campanha será o incentivo ao plantio de árvores, conservação das áreas verdes além da redução no desperdício. Desta forma, segundo Dom Vitório, ajudando a reduzir problemas ambientais maiores como o aquecimento global.

Fraternidade - Em Campo Grande o lançamento oficial será no próximo domingo (13) com uma celebração no Parque das Nações Indígenas, marcada para as 15 horas. Segundo informações da Arquidiocese na campanha do ano que vem a temática segurança pública deve ser abordada.

O movimento foi criado em 1964 e o tema meio ambiente foi trabalhado pela primeira vez em 1979 com o tema “Por um mundo mais humano – preserve o que é de todos”.

Em 2004 a campanha abordou “Fraternidade e água – Água, fonte de vida”, discutindo o consumo racional e preservação. Em 2007 foi a vez da Amazônia com o tema “Fraternidade e Amazônia – vida e missão neste chão”.




Sr. Renato Antonio Barbosa, não é tão somente os católicos que vivem no planeta terra, devemos pensar num todo. É nítido que iremos orientar os nossos católicos, mas vejo que o sr. deverá preocupar primeiramente com suas atitudes e costumes. Assim sendo o Sr. estará contribuindo com sua parte. Pode ficar tranquilo que a Igreja católica em Mato Grosso do Sul irá cumprir o seu papel junto a socieadade.
 
Ronaldoi da Silva em 11/03/2011 12:43:53
A Igreja Católica deveria incentivar os seus membros a usarem sacolas retornáveis ao fazerem suas compras. Isso iria ajudar em muito a Mãe Natureza, evitando o acúmulo de sacolinhas nos lixões.
 
Renato Antônio Barbosa em 10/03/2011 07:32:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions