A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

28/04/2014 15:26

Conferência tem participantes de 45 países em Bonito até 4ª

Bruno Chaves
Abertura do evento contou com a participação do ministro do Turísmo, Vinícius Lages (Foto: Divulgação/Ministério do Turismo)Abertura do evento contou com a participação do ministro do Turísmo, Vinícius Lages (Foto: Divulgação/Ministério do Turismo)

Considerado o maior evento de ecoturismo no mundo, a 8ª Conferência Internacional de Ecoturismo e Turismo Sustentável, reúne em Bonito,  a 257 km de Campo Grande, delegações de 45 países, até esta quarta-feira, 30 de abril. 

Veja Mais
Jiboia de 1,5 metro é encontrada dentro de armário no Monte Líbano
Sucuri de 4 metros é encontrada em hotel, enrolada a filhote de cachorro

A abertura do evento ocorreu no último sábado ao som do violeiro Marcelo Loureiro, que se apresentou ao público com um pantaneiro que tocava berrante. O ministro do Turismo, Vinícius Lages, disse que a conferência é de extrema importância para o Brasil e para Bonito. “Experiências como esta projetam o Brasil no mundo inteiro”, afirmou durante discurso.

O objetivo é debater o ecoturismo e o turismo sustentável. Um dos principais temas discutidos é o uso de áreas protegidas. O governador André Puccinelli (PMDB) lembrou que o setor é o quinto pilar da economia estadual e destacou que "Bonito e a Serra da Bodoquena têm belezas naturais que precisam ser preservadas”.

Ele afirmou, ainda, que“Jardim e Bodoquena precisam de oportunidades para captar recursos onde as indústrias não estão, e claro, não devem estar”.

Os participantes da conferência ainda debatem sobre a relação homem/meio ambiente e discutem sobre melhores práticas de sustentabilidade já desenvolvidas. “Bonito é um destino que irradia desenvolvimento”, enfatizou líder o Ministério do Turismo brasileiro, Vinícius Lages.

Estandes de exposições foram montados na conferência. Um deles é do Sebrae/MS, que fomenta negócios sustentáveis. No local, foram colocados à apreciação do público artesanatos de 14 artistas do Estado.

Para o analista técnico da instituição e gestor do espaço, Carlos Eduardo Cordeiro, o artesanato faz parte da produção associada ao turismo, trazendo elementos da cultura regional.

"A ideia da mostra é também mercadológica, pois, além de destacar a importância do artesanato e prestigiar os artesãos, queremos fomentar o setor com potenciais negócios”, disse à assessoria de imprensa do Sebrae.

A instituição ainda lançou o Guia Prático para Sustentabilidade de Pequenos Negócios – Ferramentas para o desenvolvimento territorial e fomento à criação de negócios inovadores e sustentáveis.

O diretor do Sebrae Nacional, José Cláudio dos Santos, destacou que a finalidade do Guia é promover o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios, que representam mais de 25% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro.

"O Guia vai fomentar e orientar os empreendimentos. Ele apresenta um conjunto de leis que vai facilitar um ambiente regulatório para o desenvolvimento local e das regiões”, reforçou.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions