A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

23/12/2015 17:45

Cras recupera 600 animais, mas mortalidade chega a 34%

Antonio Marques
Tucanos em reabilitação no Cras. Apesar da dedicação dos técnicos, o índice de mortalidade dos animais foi de 34% (Foto: Divulgação/ Assessoria do Imasul)Tucanos em reabilitação no Cras. Apesar da dedicação dos técnicos, o índice de mortalidade dos animais foi de 34% (Foto: Divulgação/ Assessoria do Imasul)

Os técnicos do Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) reabilitaram 600 animais para serem devolvidos aos seus habitats naturais, entre janeiro e dezembro deste ano. Em 2015, o órgão recebeu pouco mais de 2.500 bichos, entre aves, mamíferos e répteis. Apesar da dedicação dos profissionais, o índice de mortalidade no ano atingiu 34%, mas 850 animais não conseguiram sobreviver.

Veja Mais
Após passar por avaliação, Cras solta anta encontrada em secretaria
Onça-parda é encontrada ferida em rodovia e trazida para o Cras

Do total de animais recebidos pelo Cras, 1.550 continuam alojados no Centro em tratamento veterinário, aguardando a recuperação para serem soltos na natureza. Conforme a coordenadora do órgão, Nara Pontes, a maioria dos animais é oriunda de apreensões feitas pela Polícia Militar Ambiental. “O número é grande e o processo entre o recebimento, tratamento e soltura, demora um pouco, dependendo da espécie e das condições que eles chegam”, lembra ela.

Segundo Nara Pontes, o Cras em Campo Grande foi um dos primeiros centros de triagem de animais silvestres criado no Brasil e serve como modelo para os outros estados brasileiros que possuem ações de conservação de fauna. O Centro é administrado pela Semade (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico), por meio do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul).

Na tarde desta terça-feira (22), o Cras recebeu um minifurgão, automóvel que será devidamente adaptado para possibilitar o transporte adequado dos animais, seja na coleta ou no processo de soltura na natureza. “Estamos aprimorando e melhorando as condições de trabalho dos profissionais e técnicos do Cras. Neste ano firmamos uma importante e inédita parceria que está possibilitando ao Centro fazer o tratamento e acompanhamento clínico dos por meio de homeopatia. É um avanço em pesquisa e tecnologia em nosso trabalho”, reforçou o titular da Semade, Jaime Verruck, durante a entrega do veículo.

Conforme a assessoria da Semade, neste mês, três novos veículos adquiridos por meio de convênio com o governo federal foram entregues ao Imasul: duas camionetes Mitsubishi L200 que serão utilizadas nas atividades de fiscalização e o minifurgão que será utilizado pelo Cras.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions