A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

08/08/2012 13:54

Durante Operação Ágata, homem é flagrado transportando madeira protegida por lei

Viviane Oliveira
Caminhão cheio de madeira foi apreendido durante Operação Ágata. (Foto: divulgação)Caminhão cheio de madeira foi apreendido durante Operação Ágata. (Foto: divulgação)

Durante a Operação Ágata 5, a PMA (Polícia Militar Ambiental) e o Exército aprenderam um caminhão carregado de madeiras protegidas por lei. O flagrante foi na noite de ontem (7) no posto de fiscalização Buraco das Piranhas, na BR-262 em Corumbá, cidade distante 419 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Fim de semana em MS terá tempo instável com possibilidade de chuva
Quatro cidades de MS estão entre as 100 que mais desmatam florestas

De acordo com a Polícia, ao ser questionado o condutor apresentou o DOF (Documento de Origem Florestal) irregular. Foram apreendidas 430 unidades de produtos florestais, entre lascas e palanques, totalizando 18,32m³ de madeiras da espécie aroeira.

A empresa responsável pelo transporte foi multada em R$ 5.496. Os produtos florestais foram adquiridos na Bolívia e seriam levados para Maringá (PR).

Os responsáveis pela empresa responderão por crime ambiental e contrabando.

O Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis) proíbe o corte de aroeira e algumas outras espécies de madeiras nobres, sem plano de manejo, que precisa ser aprovado pelos órgãos ambientais.

Operação - A Operação Ágata 5 começou na última segunda-feira (6) e vai até o dia 20 de agosto. A ação do Ministério da Defesa tem como intuito de fortalecer a presença das forças armadas na região de fronteira para reduzir a criminalidade.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions