A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

10/05/2016 12:04

Em 12 horas, 30 mil raios que podem causar mortes atingiram o Estado

Renata Volpe Haddad
Foram registrados 30.755 raios em Mato Grosso do Sul nas últimas 12 horas. (Foto: Alcides Neto)Foram registrados 30.755 raios em Mato Grosso do Sul nas últimas 12 horas. (Foto: Alcides Neto)

Mato Grosso do Sul registrou 30.755 raios nuvem-solo que atingem o chão e podem causar mortes e danos materiais, entre às 18 horas de segunda-feira (9) até às 6h desta terça-feira (10), segundo relatório do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Veja Mais
MS registra 7,8 mil raios em uma hora, segunda maior incidência no Brasil
Cidade tem ventos de até 70 Km/h e MS contabiliza 5 mil raios em um dia

Ainda conforme o Inpe, Campo Grande ocupa a terceira posição entre as cidades com mais mortes por raios nos últimos 15 anos. Foram 11 vítimas, ficando atrás somente de Manaus, com 22 vítimas e São Paulo com 26 mortes por causa dos raios.

Ribas do Rio Pardo também tem um número significativo sendo sete mortes e ocupa a nona posição no ranking das cidades que mais têm incidência de raios. De 2000 a 2014, foram registradas 103 mortes no Estado.

Porto Murtinho e Nova Alvorada do Sul são as cidades do Estado que registram maior concentração de raios, com 14.45 por km²/ ano e 14.43 por km²/ano, respectivamente. Campo Grande é a quinta cidade do Estado e a 117 do país com maior densidade de descargas elétricas, registrando 13.43 por km²/ano.

No País, 50 milhões de raios caem todos os anos e 25% das mortes ocorridas é de pessoas que estavam em atividades rurais, 19% das vítimas estavam dentro de casa e 11% próximo a um veículo. Em relação as vítimas, 43% tinham idade entre 15 e 24 anos, conforme o Elat (Grupo de Atividade Atmosférica).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions