A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

13/10/2011 15:10

Em 6 dias de feriadão, Polícia Ambiental prende 23 , mas multas caíram 83%

Ângela Kempfer

Desde o dia 7 de outubro, a operação Padroeira do Brasil da Polícia Militar Ambiental prendeu 23 pessoas por pesca predatória em Mato Grosso do Sul.

Veja Mais
Domingo será de calor e chuvas com trovoadas em todo o MS, alerta instituto
Temporal com chuva de 30 milímetros e vento forte alaga ruas de Dourados

Para a fiscalização em rios e áreas de preservação, a PMA destacou 80% do efetivo. No total, 357 homens trabalharam em escala de plantão.

As vistorias renderam 30 autos de infrações com multas que no total alcançaram R$ 55.460,00. O valor é 83% menor que o registrado em 2010, corresponde a 17% do valor da operação passada.

“Ressalta-se, que este valor foi bastante inferior, em virtude, de que, na operação passada aconteceram mais autuações por crimes contra a flora, inclusive, um grande desmatamento, ocorrências estas que prevêem multas elevadas, conforme a área degradada, ou quantidade de madeira apreendida”, justifica a PMA em nota de balanço à imprensa.

Já o número de autuações foi maior, 4 a mais que no mesmo período do ano passado. Com os pescadores, a Polícia recolheu 289 quilos de pescado irregular.

Os anzóis de galho foram recorde em petrechos recolhidos, 385 unidades, mais do que o dobro da operação de 2010.

“O mês de outubro é comum a Polícia Militar Ambiental manter o patrulhamento reforçado nos rios, em razão de ser, normalmente, o último mês de pesca aberta, fator que eleva o número de turistas de fora e da população do Estado nos rios praticando pesca”, informa a assessoria da corporação.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions