A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

16/06/2011 14:32

Em uma semana, dez caçadores são presos na região de Costa Rica

Angela Kempfer
Armadilha de ferro encontrada na fazenda. (Divulgação PMA)Armadilha de ferro encontrada na fazenda. (Divulgação PMA)

Policiais Militares Ambientais de Costa Rica prenderam 2 caçadores na região ontem pela manhã, na fazenda Bela Vista, entre o município e Figueirão.

A PMA recebeu denúncia de que um tratorista e o proprietário da área recebiam grupos de amigos para caça. Em uma semana, 10 caçadores já foram presos na região.

Ontem, o funcionário Giovani Pádua FOI autuado por ter 2 revólveres calibre 38 em casa. Ele estava com Mário Sérgio dos Santos e admitiu a caça.

Os dois mostraram dentro da reserva da fazenda 1 armadilha de ferro e 1 espera, tipo giral, em cima de uma árvore. Eles disseram também o proprietário, Nicolau Quintino Bento, é um dos caçadores.

Na sede da fazenda, foi encontrada 1 espingarda tipo carabina calibre 38 com 8 munições deflagradas do mesmo calibre, 193 cartuchos calibre 12, marca CBC todos intactos, 111 cartuchos calibre 20 todos intactos marca CBC, 3 cartuchos calibre 20 deflagrados, 1 cinturão tipo baleiro de couro com coldre e até 1 esqueleto de cabeça de animal da espécie veado.

Outro denunciado, Claudinilson Madureira, foi procurado pela PMA, mas os policiais não encontraram armas com ele.

Giovani e Mário confessaram que há 2 semanas usaram a armadilha para capturar animais, com a ajuda dos outros dois acusados.

No local, chegaram a depositar milho e sal para atrair, capturar e matar os animais silvestres.

O dono da fazenda foi multado em R$ 500,00 pelo abate do animal, que foi encontrado o esqueleto.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions