A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

13/07/2012 10:43

Estiagem faz focos de queimadas crescerem 6 vezes no Pantanal

Gabriel Neris
Foram identificados 482 focos de queimadas na região do Pantanal (Foto: Divulgação)Foram identificados 482 focos de queimadas na região do Pantanal (Foto: Divulgação)

A chuva irregular que caiu neste ano na região do Pantanal preocupa. A previsão é que os moradores sofram com focos de queimadas entre os meses de julho e setembro. Pelo menos esta é a expectativa do coordenador estadual do Prevfogo, Márcio Ferreira Yule.

Veja Mais
Previsão é de semana chuvosa em Campo Grande e na maior parte de MS
Dia amanhece garoando e previsão é de chuva na maioria das cidades do Estado

De acordo com números do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), foram identificados 482 focos de queimadas no Pantanal entre janeiro e junho. No mesmo período, em 2011, foram apenas 70 pontos de queimadas. A comparação indica que o número este ano está seis vezes maior.

Segundo Yule, o clima não tem colaborado. A média de chuva por mês neste ano no Pantanal é de 100 milímetros. “A chuva este ano não foi suficiente, foi considerada bastante irregular. O ano foi tranquilo, mas agora chegou o período de seca e essa é nossa preocupação”, comenta.

Para comprovar a pouca contribuição vinda do céu, o coordenador do Prevfogo aponta dados registrados da chuva no Pantanal. No mês de janeiro caíram 114 ml de água, em fevereiro 87 ml, no mês de março 110 ml, 90 ml em abril, 100 ml em maio e 30 ml em junho.

“Em agosto foram apenas dois milímetros de chuva e já estamos no dia 13”, informa Márcio Yule. As altas temperaturas e a baixa umidade relativa do ar também contribuem para os focos de calor, aponta o coordenador.

Em Corumbá, o Prevfogo conta com 29 pessoas trabalhando no combate as queimadas. O trabalho funciona em parceria com o 3º Grupamento de Bombeiros e a PMA (Polícia Militar Ambiental).

Em Mato Grosso do Sul, foram detectados 968 focos de calor, sendo 136 somente no mês de julho. No ano passado foram 328 focos entre janeiro e julho, e 3242 focos de calor ao longo do ano.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions