A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

21/12/2014 10:51

Expedição vai percorrer Bonito e o Pantanal com imagens em tempo real

Priscilla Peres
Equipes farão o percurso em veículos apropriados para a expedição. (Foto: Fernando Lara)Equipes farão o percurso em veículos apropriados para a expedição. (Foto: Fernando Lara)

Entre os dias 5 e 25 de janeiro, uma expedição formada por pesquisadores vai percorrer mais de 5 mil quilômetros entre Minas Gerais e Mato Grosso do Sul, para documentar regiões de Bonito e do Pantanal Sul. Todo o percurso será registrado em foto e vídeo pela equipe em campo.

Veja Mais
Em 7 dias, choveu 56% do esperado para o mês em município do interior
Quinta-feira de tempo instável, com chuvas durante todo o dia e máxima de 37ºC

O documentarista de natureza, Fernando Lara, integra a equipe junto de biólogos, fotógrafos e assistentes vindos de diversos estados brasileiros. Durante todo o trajeto, a equipe irá acampar, fazer a própria comida em campo, tomar banho de rio a aprender técnicas relacionadas ao planejamento e execução de uma expedição.

A proposta da equipe é de divulgar as emoções da Expedição em tempo real, por meio da redes sociais e produzir um vídeo documentário que será exibido pela internet e na televisão. “Nesse ambiente, a natureza e os desafios da própria Expedição colocarão a prova os integrantes dessa jornada, físico e psicologicamente”, afirma Fernando Lara. O objetivo é registrar durante todo o projeto as belezas de fauna, flora, aspectos antropológicos e geográficos das regiões visitadas.

Um dos pontos de destaque da Expedição será a RPPN Cara da Onça, em Bodoquena. O local será a base da Expedição durante cinco dias em que a equipe estiver registrando a região. A unidade de conservação está localizada no entorno do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, que também está apoiando o projeto por meio do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade). Logo em seguida, a equipe segue estrada em direção ao Pantanal Sul.

Veterano - Essa não é a primeira vez que Fernando Lara registra Em 2011, o documentarista Fernando Lara percorreu sozinho mais de 20 mil quilômetros de motocicleta registrando mais de 30 unidade de conservação do Brasil, em 20 estados, durante 8 meses de trabalho. Entre os locais de destaque, estão o Parque Nacional da Serra da Bodoquena e Bonito.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions