A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

21/10/2011 23:08

Fazendeira criava gado em área de preservação da usina Sérgio Motta

Paulo Fernandes

Policiais Militares Ambientais autuaram nesta sexta-feira uma proprietária rural por degradação da APP (Área de Preservação Permanente) da usina hidroelétrica Sérgio Motta, na Fazenda Nossa Senhora Aparecida, em Bataguassu.

Veja Mais
Temporais dão trégua de 4 dias, mas voltam na quarta-feira, prevê Inmet
Primeira maratona do país com foco em saneamento é realizada na Capital

A fazendeira, que é de Presidente Venceslau (SP), criava gado dentro de área de preservação permanente. Os animais pisoteavam e prejudicavam a vegetação ciliar, que estava sendo recuperada pela Cesp (Companhia Energética de São Paulo). Milhares de mudas haviam sido plantadas na recomposição das matas ciliares do lago.

Ela recebeu multa de R$ 10 mil e foi notificada para retirar os animais. Além disso, a dona da fazenda responderá pelo crime ambiental e, se condenada, poderá pegar pena de 1 a 3 anos de detenção.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions