A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

21/08/2015 12:29

Fazendeiro é preso e multado em R$ 45 mil por desmatar margem de córrego

Caroline Maldonado
Córrego foi obstruído com troncos, árvores e terra empurrados para o leito (Foto: Divulgação/PMA)Córrego foi obstruído com troncos, árvores e terra empurrados para o leito (Foto: Divulgação/PMA)

Depois de desmatar 5 hectares sem autorização, um fazendeiro foi preso e multado em R$ 45,6 mil, em Bodoquena, a 266 quilômetros de Campo Grande. Com máquina de esteira e trator, o proprietário ordenou o desmatamento da mata ciliar do “Córrego Maconha”, que é uma APP (Área de Preservação Permanente).

Veja Mais
Jiboia de 1,5 metro é encontrada dentro de armário no Monte Líbano
Sucuri de 4 metros é encontrada em hotel, enrolada a filhote de cachorro

O córrego foi obstruído com troncos, árvores e terra empurrados para o leito. A obstrução foi realizada para facilitar os trabalhos da máquina de esteira, além da construção de uma ponte de madeira sobre o córrego, segundo os policiais. 

Além disso, várias árvores da espécie bacuri estavam secas, no local, devido ao uso de venenos. Os policiais encontraram os tambores de agrotóxicos em um barraco às margens do córrego. O empreiteiro confessou que foi usado veneno nos bacuris por ordem do proprietário.

Segundo a PMA (Polícia Militar Ambiental), foi apreendida uma espingarda calibre 28 com dois cartuchos do mesmo calibre, sem numeração aparente e um motosserra sem licença de porte e uso, que estavam no barraco. A madeira ilegal, um trator e uma máquina de esteira que efetuava o desmatamento também foram recolhidos pela polícia. 

O fazendeiro apresentou a Declaração Ambiental Eletrônica para limpeza de pastagem, mas o documento não autoriza o desmatamento que ele realizou, conforme a PMA. As árvores de bacuris eram derrubadas com utilização de máquina de esteira e trator. De acordo com a polícia, as penas para os crimes podem chegar a nove anos de prisão.O infrator foi notificado a realizar a recuperação da área degrada e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Miranda. 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions