A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

30/12/2010 17:50

Bicho fugiu nesta quinta-feira, apenas dois dias após ser recapturado. A onça conseguiu romper a grade da jaula.

Danúbia Burema
Onça rompeu solda da grade na madrugada e conseguiu escapar. (João Garrigó)Onça rompeu solda da grade na madrugada e conseguiu escapar. (João Garrigó)

A segunda fuga da onça-pintada que escapou hoje do Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) trouxe de volta o medo à população que frequenta a região do Parque dos Poderes, em Campo Grande, além de duras críticas aos responsáveis pela guarda do animal.

“A gente fica preocupado. Eu acho que é muito descuido, deveria ter um cuidado maior. A grade deve estar fraca para ela”, arrisca o professor de Educação Física Maurício do Prado Lima, de 35 anos. Acostumado a fazer caminhadas no Parque das Nações Indígenas, ele diz que irá suspender o hábito por conta do animal solto.

A comerciante Andréia Nunes, de 33 anos, avalia que é necessário que os frequentadores do Parque das Nações tenha cuidado. “Tem que ficar atento agora”, diz.

Após saber que a onça está de novo à solta, ela disse que iria repensar o passeio que faria com o sobrinho pequeno pelo Parque, para não correr riscos.

Apesar do medo da população, o coordenador do Cras, Elson Borges, garante que não há perigo para quem frequenta a região. Isso porque, segundo ele, a onça certamente irá se afastar das pessoas e deve procurar abrigo na mata.

Para o estudante de Direito Lucas Alves, de 20 anos, há “irresponsabilidade” envolvendo a fuga da onça, que agora está maior e por isso representa mais perigo. “É muita falha porque ela já tinha escapado uma vez”, diz o estudante José Luiz Fernandes, de 14 anos.

Apesar de acreditar que a nova fuga da onça foi um “vacilo das pessoas”, a modelo Glória Rodrigues, de 37 anos, supõe também que o caso tenha relação com uma peculiaridade do animal que não gosta de viver preso. “É uma onça fujona”, afirma.

Motorista de ambulância, Carlos Lacerda, de 34 anos, duvida da recaptura da onça na primeira vez em que ela fugiu e arrisca até que outro animal tenha sido colocado no local para substituir a primeira e acalmar a população. “Essa outra escapou porque era mais feroz e não estava acostumada com jaula”, supõe Carlos Lacerda.

Socorrista do Samu (Serviço de Atendimento Móvel), Luciano da Silva Vasconcelos, de 29 anos, está de plantão na Cidade do Natal e acredita que a região ficou perigosa por conta da presença do animal. “É a mesma coisa da primeira vez. Ela vai ficar por aí e todo o mundo vai ficar apreensivo de novo”, acredita.

Fuga – A nova fuga da onça ocorreu nessa madrugada. Foi um caseiro quem percebeu que o animal não estava na jaula, por volta das 6h. Conforme perícia feita pela PMA (Polícia Militar Ambiental), ela conseguiu escapar usando os dentes e as garras para romper a grade de aço galvanizado do recinto onde estava.

O Cras informou durante entrevista coletiva realizada nesta tarde ter aberto sindicância para apurar se houve falha na instalação da grade do recinto, construído na semana passada. Isso porque para escapar a onça conseguiu soltar a solda da jaula sem romper o aço.

Pelas pegadas da onça, equipe do Cras acredita que ela esteja indo para dentro da mata. (João Garrigó)Pelas pegadas da onça, equipe do Cras acredita que ela esteja indo para dentro da mata. (João Garrigó)



"eu acredito que esse cras deveria ser tirado da zona urbana pois isso representa um risco a populaçao da cidade e para as pessoas que ali fazem as suas caminhadas e aos que ali trabalha". Concordo com o Iran, afinal pra que este Centro tão próximo do centro? O gov. não tem um espaço mais longe para assentá-los? A discussão na verdade deveria ser para mudança de local.
 
Adão Rédua em 02/01/2011 10:14:22
Ao ler os diversos comentários só posso dizer algo que possa realmente abrir os olhos daqueles que nunca estiveram no cras, bem como daqueles que nunca viram um onça ao vivo, e estão metendo a lenha nos funcionários do cras. É nitido que ouve falhas, seja humana, mas antes de fazermos qualquer comentário deveríamos primeiramente ver como funciona o sistema (neste caso o cras). Será que hoje o cras tem condições suficiente para receber este tipo de felino? Desde sua criação até os dias atuais, vejo que pouco foi feito pelos governantes para mudar a situação. Ah digo mais, quando é para as pessoas utilizar o cras em aulas de pesquisas ou outro afins, tudo é lindo maravilhoso. Vejo que muito dessas pessoas que alim foram, hoje estão criticando os funcionários pelo erro, que ao meu ver não pode ser apenas dos funcionários, mas do SISTEMA NUM TODO, INCLUINDO EM PRIMEIRA MÃO OS NOSSOS GOVERNANTES.
 
Ronaldo da Silva em 02/01/2011 07:41:17
Até quando esses sul-matogrossenses vão ficar falando do que não sabem?
Procurem saber da verdade, e depois opinem suas conclusões.
O governo "esqueceu" do CRAS, tanto que irá gastar milhões nesse aquário natural e nem irá encorporar o mesmo nesse projeto, o que na minha opinião, jã nasceu falho!
Conheço o CRAS há mais de 15 anos e sei do trabalho árduo deles. Silencioso, mas produtivo. Prova disso é o tratamento de milhares de animais que todos os anos são traficados e apreendidos, sobra à eles a reabilitação dos mesmos.
Recentemente na TV Morena, foi exibido um vídeo "HOUVE UM TEMPO" do cantor RODRIGO SANS e em nada foi discutido e observado!
Ou seja, há gente que se preocupa e quer o melhor de todos, e cada o restante para agraciar e reconhecer seus feitíos??
Precisamos dar valor à esses guerreiros que tanto fazem pela natureza.
É preciso investimento e apoio ao CRAS!
Da minha parte lutarei incansavelmente em apoio à eles!
 
Carlos Eduardo Pacheco em 31/12/2010 12:13:20
substimarão a onça e dançarão..........acho que ela esta afim de brincar de policia e ladrão c/ o pessoal do CRAS...essa onça deve ter um que de MISTER M e poder ter certeza ela quer provar que tem mt truque falhando por ai,um deles é a grade que colocarão a mesma.......rsrsrsrrsrs.
 
karine gomes em 31/12/2010 10:21:57
Sob os olhares de um País inteiro a notícia da segunda fuga deste filhote de onça revela não só a incompetência dos funcionários do CRAS, como a falta de respeito com a inteligência deste animal, pois qualquer pessoa com baixa escolaridade sabe que não se fixa uma tela com a solda "pelo lado de dentro"! Vejam as fotos da matéria!
 
Luiz Carlos em 31/12/2010 09:22:46
Coitado do bicho. Ela fugiu para passar o natal e agora fugiu para o reveillon.
Se os condenados das prisões saem, que são bem mais perigosos, deixa a onça passear...
 
Ronaldo de Jesus Costa em 31/12/2010 09:22:16
Faço minhas as palavras de Carlos Pacheco...

Os funcionários são verdadeiros guerreiros...dedicam tudo que podem ao cuidado com estes animais...

Na verdade essa fuga foi necessária para chamar atenção para as dificuldades que o CRAS enfrenta...muitos animais chegam e lá são atendidos...muitas vezes só na coragem.

Passou da hora do governo investir mais no cuidado destes animais...Os funcionários vivem realizando campanhas para evitar a chegada de mais animais e também para conseguir o apoio da população, porém, a população só se manifesta quando algo lhes oferece alguns risco..como neste caso a fuga da onça.

Tenho certeza que se tem algum culpado é a falta de recursos e não a competência dos funiconários.

Ah, Élson, adorei sua resposta à bióloga Beatriz!
 
Cintia Possas em 31/12/2010 09:06:27
ACORDÃO.....


......OS FUNCIONÁRIOS ESTÃO TRABALHANDO FALTA APOIO...............
MUITO APOIO POR PARTE DOS GOVERNANTES...ISSO É UMA VERGONHA .......
 
GISELE GONSALES BARROS em 31/12/2010 09:01:41
A PRIMEIRA VEZ CULPARAM UMA ANTA.ANTA É O PESSOAL QUE CUIDA DA FUJONA...
 
mauro henrique em 31/12/2010 09:00:28
Muito me impressiona a preocupação dessa população ignorante com a imagem causada por um animal. Ao inves de ficar realmente preoucupada com esses milhares de "animais" bandidos soltos, principalmente nesses dias de festas, eles sim podem entrar em nossas casas, e "comer" nossos pertences e ate alguns realmente "devorar" com vidas. Isso que aconteceu mostra o descaso de nossos governantes com uma entidade como o CRAS, que presta um serviço de otima qualidade com os animas da nossa fauna pantaneira. Pensamos nisto.
 
Jackeline Gasparetto em 31/12/2010 08:57:32
Com todo os problemas que o Cras vem passando, chegou a hora de avaliar, o sistema da segurança e proteção destes animais, para que não aconteça novamente.
A segurança consiste na responsabilidade de saber e agir da maneira correta.


 
Wagner Abrahão em 31/12/2010 08:27:05
A onça pode não atacar seres humanos adultos, mas pode atacar crianças, caso entenda que ali está uma fonte de alimentação. E acaso aquela região é desabitada? Quem acha isso, deveria visitar os bairros do lado e acima da reserva. Existe risco sim e digam o que quiserem em defesa, foi irresponsabidade. Acaso uma pessoa que fez ótimos serviços e sempre foi boa vai ser inocentada se cometer um crime apenas porque foi boa antes?
 
José Nunes em 31/12/2010 08:21:50
é uma vergonha isso. uma vez, duas vezes, total irresponsabilidade e falta de capacidade da administraçao, ainda bem que o pior nao aconteceu. e eles falam que ela estava em um lugar seguro, muito seguro. ainda bem que nenhuma pessoa saiu ferida e ninguem morreu. bom esta provado, eles nao tem estrutura nenhuma para alojar um animal desse porte. vergonha, vergonha.
 
jefferson arruda em 31/12/2010 08:08:24
REITERO o que disse antes: Onças não saem por aí correndo atrás de seres humanos, até porque não fazemos parte de seu rol de presas. Ao contrário, sempre fogem ante a presença do ser humano e só atacam quando ameaçadas, encurraladas e sem outra saída. Por isso, não há razão nenhuma para temer o felino, embora haja muitas razões para se RESPEITÁ-LO... é a mordida mais forte dos felinos.
"Perigo e dos grandes"; "fúria", "já viram o que pode acontecer", etc, etc. Impressionante o que o medo faz! Essa incompreensível HISTERIA é que nos leva a entender por que certos animais são dizimados: POR MEDO. Medo originado pela ignorância. "Perigo dos grandes" é a estupidez humana; "furiosa" é a ignorância de certos humanos!
Finalmente, meu repúdio às críticas infundadas ao CRAS.
Ah, e não sou funcionário do CRAS.
 
Adriano Roberto dos Santos em 31/12/2010 07:59:19
eu acredito que esse cras deveria ser tirado da zona urbana pois isso representa um risco a populaçao da cidade e para as pessoas que ali fazem as suas caminhadas e aos que ali trabalham.
 
iram tabo faria em 31/12/2010 06:47:15
Creio que a onça não oferece perigo, uma vez que tenha muitas presas naturais para o animal dentro da reserva. Não é motivo de alarde para a população, a onça sente mais medo de nós do que nós dela, tanto que ela ficou quase 3 meses escondida na mata. Existem outros assuntos mais importantes para nos preocuparmos. A onça raramente ataca pessoas, isso ocorre quando ela caça em grupos ou quando sente ameaça a sua cria, e ambos não são os casos.
 
Gabriel Moreira em 31/12/2010 03:23:20
IMPRESSIONIVEL mistura de impressionante com impossivel! melhor levar a pobre onça para Foz mesmo, pelo menos la irão cuidar bem dela!
 
renato cavalheiro em 30/12/2010 11:41:08
Absurdo!!!
Fugir pela primeira vez , foi um erro , agora pela segunda vez é falha inresponsabilidade total. Como pessoas experientes, consegue nao perceber que local onde animal estava nao era suficiente para manter ela em reclusão. Falta de preparo ou Falta de interesse ?
 
Laura Augusta Gomes em 30/12/2010 11:35:55
Perguntinhas simples aos "responsáveis": Esse animal está em perfeito estado de saúde? Está se alimentando bem? Pode sobreviver na mata ? Então porque é que não soltam no seu habitat logo, antes que alguem o mate ?? Certas coisas simples voces conseguem dificultar o máximo, pra que ? Pra entrar na mídia ? Voces sulmatogrossenses me envergonham !!!
 
marcos smoliak em 30/12/2010 09:54:35
Por mais que se diga que não há perigo para as pessoas, não se pode esquecer que a "gatinha" está bem crescida e já provou que sabe se virar para comer. Então, há perigo e dos grandes!
Esta segunda fuga nos deixa apreensivos e temerosos, inclusive quanto ao preparo das pessoas que trabalham no CRAS. Oxalá não aconteça o pior com relação à segurança das pessoas que precisam passar pelas imediações para que providências sejam tomadas.
 
Mário Soares em 30/12/2010 09:44:05
Nada de críticas infundadas e precipitadas ao CRAS, seus funcionários prestam serviços dos mais relevantes em prol da conservação de espécies ameaçadas, salvam animais feridos, tratam dos bichos doentes, etc. Esse nervosismo criado pelo medo do felino é que está provocando essas declarações irracionais. Onças não saem por aí correndo atrás de seres humanos, até porque não fazemos parte de seu rol de presas. Ao contrário, sempre fogem ante a presença do ser humano e só atacam quando ameaçadas, encurraladas e sem outra saída. Por isso, não há razão nenhuma para temer o felino, embora haja muitas razões para se RESPEITÁ-LO... é a mordida mais forte dos felinos do planeta!
 
Adriano Roberto dos Santos em 30/12/2010 09:14:45
Lametavel, isto demonstra total despreparo por parte dos responsáveis,pois sabendo

da fúria deste animal, deveriam mater um cuidado especial...
 
Maiana Leal Bitencourt. em 30/12/2010 09:13:54
Reitero meu comentário não publicado. Descaso, incompetencia, desleixo, despreparo. Isto é o que ocorreu no CRAS. O Ministério Público, através da Promotoria de Defesa do Meio Ambiente deveria entrar no caso. pedindo punição exemplar dos responsáveis (nem tanto), com o afastamento ou demissão a bem do serviço público, destes conforme preconiza a Lei. O nosso Governador, que tão austero que sempre foi nas causas justas, desta vez demora para livrar nosso Estado da Vergonha, que ora passamos perante a Imprensa Nacional. Prá frente MS !!!!!!!!!!!!!!! Durval Lorente Junior
 
Durval Lorente Junior em 30/12/2010 09:09:47
É como disse desde o começo, substimam o animal e agora substimamos quem cuida e quem é o responsável. Infelizmente acham bonito falar em filhote, mas pelo estrago na grade que tanto dizem ser adequada, já viram o que pode acontecer. Trouxeram equipes de fora, capazes de pegar onça em pantanal e agora....ela brinca de esconde e esconde e tão achando uma gracinhaaa. Realmente em matéria de segurança como ficamos?
 
Maria de Fátima em 30/12/2010 08:09:16
Aném. No Parque dos Poderes tudo acaba em pizza e ninguém vai preso. Não esperavam que fosse diferente com a onça, né não?
 
Miguel Angelo em 30/12/2010 06:58:01
Será que essa onça tem envolvimento com os marginais que se evadiram da DEPAC?
 
Cleomenes Rodrigues em 30/12/2010 06:52:15
BRINCADEIRA,ESSA ONÇA E MAIS ESPERTA DO QUE IMAGINAM, POIS ELA PRECISA OU VOLTAR PARA SEU HABITATE NATURAL OU ENTAO ESTAR EM UM LUGAR SEGURO,QUE NAO TRAGA RISCO A POPULAÇAO.ELA TEM QUE GANHAR UM PREMIO DE ONÇA DO Q.I.MAS ALTO DOQUE OS PROPRIO RESPONSAVEIS POR ELA.
 
marta lopes em 30/12/2010 06:51:44
Mais vou dizer hein, é muita irresponsabilidade mesmo....
 
César Dagher em 30/12/2010 06:39:57
Uma tela dessa não segura um gato, como é que vai segurar uma onça....é muita irresponsabilidade.
 
Rogerio Costa em 30/12/2010 06:35:53
Fala serio....o homem é muito mais perigoso do que este inocente animal...ainda mais no fim de ano que varios são soltos.....
 
cristine amaral em 30/12/2010 06:34:04
O responsável por esse CRAS tinha que pedir exoneração. Não tem mais condições de cuidar desse órgão. Cabeças têm de rolar, figurativamente falando.
 
João Ricardo Oliveira em 30/12/2010 06:12:42
Se já sabiam que a onça era fujona, porque colocaram ela numa jaula enferrujada, ela só deu um espirro e a jaula abriu um buraco, que descaso com a bichinha.
 
klaus fantin em 30/12/2010 06:02:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions