A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

17/07/2015 18:42

Governo altera utilização de petrechos para pesca profissional em rios de MS

Renata Volpe Haddad

Foi alterado e publicado hoje no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul, a utilização de petrechos para pesca profissional, determinados pela Semade (secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico), considerando a manifestação técnica da Embrapa Pantanal.

Veja Mais
Ecoturismo, aventura e pesca impulsionam turismo no Pantanal
Durante pescaria, homem é agredido e sofre afundamento de 15 cm no crânio

A partir de agora, será admitido ao pescador profissional devidamente habilitado, utilização de petrechos dentro dos limites máximos especificados.

As unidades determinadas são por pescador: oito anzóis de galho; cinco unidades de boias fixas, mais conhecidas como cavalinhos; dez unidades de joão bobo para rios entre 10 metros e 30 metros de largura; quinze unidades de joão bobo para rios com mais de 30 metros de largura.

Em razão da segurança à navegação, é vedada a utilização de joão bobo em rios com largura inferior a dez metros.

Os petrechos autorizados devem ser identificados por plaquetas com o nome do pescador e o número de autorização para pesca comercial, que é emitida pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul. A resolução entrou em vigor hoje (17).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions