A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

13/11/2012 08:39

Grupo irá estudar e normatizar consumo de sacolas plásticas

Ministério do Meio Ambiente determinou o trabalho. Em Mato Grosso do Sul, projeto que previa cobrança pelo fornecimento foi vetado

Nadyenka Castro
Consumo de sacolas plásticas é assunto polêmico. (Foto: Minamar Júnior)Consumo de sacolas plásticas é assunto polêmico. (Foto: Minamar Júnior)

Para conhecer o real impacto das sacolas plásticas à natureza e normatizar o consumo, o Ministério do Meio Ambiente criou grupo de trabalho para estudar o tema. A portaria assinada pela ministra Izabella Teixeira está publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira.

Veja Mais
Sacolas plásticas
Reunião discute hoje a redução de sacolas plásticas em supermercados

Conforme o documento, o Grupo de Trabalho Sacolas Plásticas terá que “identificar tecnologias disponíveis no Brasil e avaliar reais impactos ao meio ambiente”, analisar possibilidade de certificações para orientar o consumidor e selecionar temas para serem abordados em campanhas de conscientização.

Cabe aos servidores que irão atuar no Grupo também “discutir os padrões de consumo sustentável”, de acordo com o Plano de Ação para Produção e Consumo Sustentáveis, e normatizar o consumo.

O Grupo terá seis meses para finalizar o trabalho, prazo que poderá ser prorrogado por igual período por uma única vez.

O tema já é discutido há alguns anos em Mato Grosso do Sul. Em Campo Grande, em junho de 2011, foi lançada a Política Municipal de Resíduos Sólidos.

A lei trata de padrões sustentáveis de produção e consumo e destinação final correta dos materiais.

No ano passado, a Semadur (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano) distribuiu quatro mil sacolas retornáveis, lançou o programa de Coleta Seletiva, além de desencadear outras ações.

Também em 2011, o governo estadual vetou projeto de lei que estipulava cobrança em separado o fornecimento de sacolas plásticas.

Sacolas plásticas
Durante meses foram as pobres sacolinhas plásticas, aquelas nas quais colocamos nossas compras nos mercados, estigmatizadas como grandes vilãs do mei...
Reunião discute hoje a redução de sacolas plásticas em supermercados
A Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) discute nesta sexta-feira, a partir das 14h30, a redução do uso de sacolas...
Semadur reúne amanhã comerciantes para discutir uso de sacolas plásticas
A Semadur (Secretária Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) fará amanhã (3), uma reunião com supermercadistas e entidades afins para t...
Aprovado novamente projeto para reduzir uso de sacolas plásticas
Proposta foi vetada pelo governador no ano passado e agora vai novamente para sanção.Os deputados estaduais aprovaram hoje (14), em segunda votação,...



Concordo com o Carlos Augusto e a Ester.
Engraçado, alguns lugares não dão sacolas plásticas, mas se comprar leva. Por outro lado, temos o plástico do pacote de açucar, sal, feijão,arroz...e ai? sem contar o saco de lixo, que tambémm é poluente.
Essa é uma questão delicada, que merece uma longa discussão.
 
Neyde de Oliveira em 13/11/2012 11:47:48
Gostaria de saber o que poderíamos usar para substituir as sacolas plásticas que são usadas em latas de lixo em casa. Porque quando não encontro sacolas nos mercados, tenho que comprar sacos de lixo. Qual a diferença? Ester.
 
Ester T.Y. Rees em 13/11/2012 09:52:08
Bom dia a todos! o debate é extremamente necessário, mas é interessante não perdermos o foco, parece-me que o foco é a destinação e o tratamento do lixo; se transformarmos as sacolas plásticas nas vilãs do meio ambiente perderemos o foco do debate. Lembro ainda que na década de 60 tinhamos incineradores nos prédios e onde não havia esse recurso o lixo era depositado em latões de aço, à porta das casas embrulhaddos em jornais. as sacolas queiram ou não, são uma evolução; mas o tratamento do lixo não evoluiu na mesma velocidade. Deixar simplesmente de utilizar sacolas plásticas nas compras não resolve o problema pois teremos que utilizar um outro recipiente, provavelmente uma outra sacola plástica, para depositar o lixo. Vamos aproveitar o momento para um debate sadio.
obrigado
 
carlos augusto m de oliveira em 13/11/2012 09:20:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions