A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

13/01/2011 16:04

Ibama vai implantar base do PrevFogo no Parque das Várzeas em Ivinhema

João Humberto
Superintente do Ibama e coordenador do PrevFogo analisam dados. (Foto: Divulgação).Superintente do Ibama e coordenador do PrevFogo analisam dados. (Foto: Divulgação).

O Parque Estadual das Várzeas do Ivinhema contará com uma base do PrevFogo (Sistema Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais). A região é considerada um dos mais importantes remanescentes do bioma da Mata Atlântica.

Quem anunciou a decisão foi David Lourenço, superintendente do Ibama/MS (Instituto Brasileiro do meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis de Mato Grosso do Sul). Juntamente com Márcio Yule, coordenador estadual do PrevFogo, o parque foi inspecionado para a definição dos locais em que serão alocados os esquadrões da brigada.

As brigadas também vão agir na prevenção de crimes ambientais e na educação ambiental das comunidades em torno do parque.

O Parque Estadual das Várzeas do Ivinhema tem 73,4 mil hectares, com 38,4 mil hectares de remanescentes da Mata Atlântica. E é para proteger esses remanescentes que o Prevfogo decidiu implantar as brigadas que vão atuar na prevenção de incêndios florestais na respectiva área.

Nos últimos anos a região foi assolada por vários incêndios florestais provocados, na maioria das vezes, por catadores de ginseng que colocavam fogo nas várzeas do parque para acelerar o nascimento concentrado da planta, comum na reserva.

Há dois anos um incêndio florestal consumiu longas áreas de várzeas do parque, chegando próximo à sua sede. O incêndio foi apagado com a ajuda de brigadistas do Prevfogo, que foram deslocados de outras áreas para lá em maio do ano passado.

Segundo dados do SOS Mata Atlântica o bioma originalmente ocupava 6,3 milhões de hectares nas regiões Sudeste e Sudoeste de Mato Grosso do Sul. Hoje há apenas 360 mil hectares de remanescentes florestais.

Costa Rica - Para reforçar a prevenção de incêndios e outros crimes ambientais na região de nascentes da cabeceira do Taquari, o Prevfogo do Ibama vai instalar também uma brigada no município de Costa Rica.

Com isso, o total de componentes das brigadas no estado vai chegar a 105 homens treinados para a prevenção, o combate e a educação ambiental em 2011, de acordo com David Lourenço.

Neste ano, o PrevFogo vai contar com seis brigadas e dois esquadrões cada uma, sendo a maioria delas na região do Pantanal. Duas especiais ficarão no entorno do BAP (Bacia do Alto Paraguai) e na Bacia do Rio Paraná. (Com informações da assessoria).

PrevFogo controla incêndio em assentamento em Corumbá
Equipes do PrevFogo se deslocaram hoje até o Assentamento Urucum, em Corumbá, para controlar um incêndio que teve início às 10h15, às margens da BR-2...
PrevFogo é acionado para conter incêndio em fazenda
Formada com mais de 70% de componentes indígenas, a brigada do Prevfogo do Ibama de Miranda, localizado no Pantanal, foi acionada hoje pela manhã par...
Ibama repassa veículos a 3 brigadas do Prevfogo
Novos veículos de combate e prevenção foram repassados hoje, pelo superintendente do Ibama/MS (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos N...



Parabens ao IBAMA-MS, pois de uma maneira geral os organismos de getsão ambiental da area pública te conseguido acompanhar o desenvolvimento apesar do recursos que sempre são inferiores as necessidades dos orgãos ambientais para atender os trabalhos que são de estrema importancia.
Hoje percebemos um grande numero de técnicos que integram os quadros funcionais que vem somar para melhoria da qualidade do atendimento ao público.
Ainda falta muito para atingir a forma ideal, mais pelo menos percebe-se que muito ja foi feito e realmente existe mudanças, basta ver a diminuição de incidencias de ocorrencias ambientais graves que durante o ano quase não ocorrem e sim essas corriqueiras tais como um licenciamneto vencido, um peixinho ou outro que é preso com algum pescador abusado, porem coisas que apesar de serem irregulares não representam danos em proporções graves ao Meio.
Para encerrar de maneira em geral devemos essa evolução ainda timida a consientização da população e a ação eficas dos organismos ambientais dentre eles o IBAMA. Parabens e continuem assim que esse é o caminho....
 
oldemar rodrigues em 13/01/2011 05:59:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions