A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

22/03/2013 11:29

Inaugurada Estação do Imbirussu, 65% da população campo-grandense tem esgoto

Mariana Lopes e Jéssica Benitez
Diretor-presidente da Águas Gariroba e prefeito Alcides Bernal inauguraram a Estação Imbirussu (Foto: Vanderlei Aparecido)Diretor-presidente da Águas Gariroba e prefeito Alcides Bernal inauguraram a Estação Imbirussu (Foto: Vanderlei Aparecido)

Com a inauguração da Estação de Tratamento de Água Imbirussu, realizada na manhã de hoje, Campo Grande garante 65% da população beneficiada com rede de esgoto. Na região do Núcleo Industrial, já foram construídos 60 quilômetros de rede coletora, e a proposta é de que até o final do ano esse número aumente para 139 quilômetros, o que irá abranger 33 bairros do Imbirussu.

Veja Mais
Temporais dão trégua de 4 dias, mas voltam na quarta-feira, prevê Inmet
Primeira maratona do país com foco em saneamento é realizada na Capital

O prefeito, Alcides Bernal (PP), prometeu que até o final do mandato dele terá rede de esgoto em toda a cidade. Porém, a previsão do diretor-presidente da Águas Gariroba, José João da Fonseca, é para 2025.

A Estação Imbirussu, que corresponde à segunda fase do projeto Sanear Morena, recebeu o investimento de R$ 57 milhões. De acordo com Fonseca, o projeto conta com 2 tanques que permite 95% de purificação da água, com capacidade de 10 milhões de litros tratados por dia, em cada tanque.

Para o prefeito, a construção da Estação Imbirussu é um avanço significativo para a cidade. Bernal ainda destacou que na semana passada esteve com a presidente Dilma Roussef (PT) e garantiu que falou sobre o PAC Mobilidade e a pavimentação asfaltica para a Capital.

 

Estação foi inaugurada ontem pela Águas Guariroba (Vanderlei Aparecido)Estação foi inaugurada ontem pela Águas Guariroba (Vanderlei Aparecido)

Porém, os planos do prefeito é de concluir o projeto de saneamento de Campo Grande antes de investir na pavimentação. “É para não precisar cortar o asfalto depois para implantar a rede de esgoto”, justifica Bernal.

Ainda segundo o diretor-presidente da Águas Gariroba, a tecnologia usada na estação é única no Brasil. Ele também garante que a estação pode receber até 6 tanques, conforme a necessidade e crescimento da população.

O projeto teve início em 2008, quando a primeira fase foi realizada na região do Lixão, na saída para Sidrolândia. Nesta etapa foram investidos R$ 198 milhões. A próxima estação será construída na região do bairro Nova Lima, mas ainda não há data para começar as obras.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions