A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

04/08/2012 10:49

Inaugurado neste sábado, Parque tem associação e pista para caminhada

Nadyenka Castro e Luciana Brazil

O local, que margeia o córrego Cabaça, começou a ser revitalizado em 2009 e agora vai abrigar criadores de canários

Prefeito conta em inauguração que tem um casal de canários em casa. (Foto:Minamar Júnior)Prefeito conta em inauguração que tem um casal de canários em casa. (Foto:Minamar Júnior)

Inaugurado neste sábado, o Parque Linear Juscelino Kubitschek, às margens do córrego Cabaça, em Campo Grande, tem 4,5 hectares, 3,5 quilômetros de pista de caminhada e vai abrigar a Associação Ornitológica Campo-grandense.

A solenidade de entrega das chaves do local contou com a participação de várias autoridades, entre elas o prefeito Nelson Trad Filho (PMDB).

O Parque está localizado na rua Spipe Calarge, às margens do córrego Cabaça, área que até 2009 era apontada como de risco e mesmo assim ainda havia famílias morando lá.

Há três anos, as 56 famílias foram removidas e a revitalização começou a ser feita, com recursos do PAC1. Árvores nativas foram plantadas e o solo tratado. Hoje, a região tem outra cara, diferente da de três anos atrás.

O espaço irá receber mais árvores a partir de setembro. De acordo com Marcos Cristaldo, secretário municipal de Meio Ambiente, do início da Primavera até março de 2013 serão plantadas mais 5 mil árvores: ipê, pata de vaca, flamboyant e árvores frutíferas.

Parque tem 3,5 km de pista de caminhada.Parque tem 3,5 km de pista de caminhada.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontou a Capital como a primeira em número de árvores domiciliares.

Associação - No parque vai funcionar a sede da Associação Ornitológica Campo-grandense (AOC) – criadores de pássaros canários. Até então, a Associação não tinha sede.

Os associados irão fazer trabalho educativo com os moradores da região. O objetivo é levar a população local ao Parque.

O presidente da Associação, Júlio Cesar Infante, disse que irá trabalhar com os moradores informações sobre os canários, entre elas, a de que as espécies criadas pela associação são passaros de gaiola e não sobrevivem fora dela. “Se você soltar em uma semana morre”, fala.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions