A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

09/10/2014 17:53

Jupiá diminui vazão para testar impacto da falta de chuva na geração de energia

Liana Feitosa

Testes da Cesp (Companhia Energética de São Paulo), amanhã (10) e sábado (11) vão reduzir a vazão mínima da Usina Engenheiro Souza Dias - a Usina Jupiá, na parte de rio que abrange do observador à foz do curso d'água. A hidrelétrica fica entre as cidades de Castilho, Estado de São Paulo, e Três Lagoas, distante 338 km de Campo Grande.

Veja Mais
Temporal com chuva de 30 milímetros e vento forte alaga ruas de Dourados
Corpo de bombeiros trabalha em alerta para chuva e novos estragos

Segundo a Cesp, a operação faz parte de medidas adotadas para minimizar os impactos negativos, na geração de energia elétrica, causados pelas baixas afluências registradas nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste.

A decisão está de acordo com autorizações da ANA (Agência Nacional de Águas) e Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), sendo que a água economizada pela redução da vazão ficará armazenada nos reservatórios a montante, amenizando a redução de seus níveis.

A ação atende a política do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) e tem o objetivo de reforçar o armazenamento nos reservatórios, proporcionando segurança para o atendimento eletroenergético do SIN (Sistema Interligado Nacional).

Procedimento - A vazão da Jupiá será reduzida dos atuais 3.700 ³/s (metros cúbicos por segundo) para até 2.500 m³/s. A cada hora serão reduzidos 100 m³/s, entre 8h e 14h, durante os dois dias do teste. Equipes especializadas farão o monitoramento de um trecho de 20 km do rio Paraná. No período da tarde haverá a estabilização das vazões e a avaliação dos dados levantados durante o monitoramento.

Caso as equipes constatem impactos aos usos múltiplos ou ao meio ambiente, os órgãos gestores dos recursos hídricos e do meio ambiente serão avisados e poderá haver a suspensão imediata da redução de vazão e reversão ao patamar anterior.

Os moradores poderão obter informações também pelo serviço de atendimento 24 horas da Cesp, que atende pelo telefone 0800-647 9001. As comunidades do Beira Rio e do Jupiazinho, que se localizam em áreas que podem ser mais impactadas pelo teste, vão receber filipetas com informações da operação. A entrega será feita pela equipe de educação ambiental da Cesp.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions