A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

24/08/2013 14:24

Justiça manda demolir imóveis às margens do rio Ivinhema

Aline dos Santos

A Justiça determinou a demolição de imóveis construídos em APP (Área de Preservação Permanente), às margens do rio Ivinhema.

Veja Mais
Domingo será de calor e chuvas com trovoadas em todo o MS, alerta instituto
Temporal com chuva de 30 milímetros e vento forte alaga ruas de Dourados

Em 2006, o MPE (Ministério Público Estadual) ajuizou 41 ações públicas contra proprietários e possuidores de ranchos de veraneio na área de preservação.

As edificações ficam localizadas em diversos lotes, próximos à ponte que liga a cidade de Ivinhema a Nova Andradina, na fazenda Estância Alvorada, local conhecido como condomínio Beira Rio.

A 1ª Vara da comarca de Ivinhema condenou os proprietários a absterem-se de utilizar ou promover atividades nestas áreas, a demolirem e a removerem todas as edificações existentes e a reflorestarem a área degradada.

A legislação proíbe a construção em área de preservação permanente, exceto em casos de utilidade pública ou interesse social.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions