A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

05/06/2014 16:16

Ministro promete a senadores e prefeitos ajuda para recuperar o rio Taquari

Mariana Lopes
Senadores e prefeitos do Estado se reuniram com o ministro da Agricultura para discutir situação do rio Taquari (Foto: Divulgação)Senadores e prefeitos do Estado se reuniram com o ministro da Agricultura para discutir situação do rio Taquari (Foto: Divulgação)

A situação do rio Taquari, que há anos agoniza, foi tema de reunião, na manhã de hoje (5), entre os senadores de Mato Grosso do Sul Waldemir Moka (PMDB), Ruben Figueiró (PSDB) e Delcídio do Amaral (PT), os prefeitos de São Gabriel do Oeste, Adão Rolim, de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa, de Rio Verde, Mário Alberto Kruger, de Pedro Gomes, Francisco Vanderley Mota, e de Camapuã, Marcelo Pimentel Duailbi. As autoridades de Mato Grosso do Sul ouviram do ministro da Agricultura, Neri Geller, a promessa de apoio ao projeto de recuperação do Rio Taquari.

Veja Mais
Previsão é de semana chuvosa em Campo Grande e na maior parte de MS
Dia amanhece garoando e previsão é de chuva na maioria das cidades do Estado

No gabinete do ministro, os parlamentares expuseram a situação de desastre ambiental provocada pelo assoreamento do rio, problema que se arrasta por aproximadamente 30 anos. Os prefeitos destacaram o que tem sido feito pelo grupo para amenizar o impacto na região.

Presidente do Cointa (Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Sustentável da Bacia Hidrográfica do Taquari), Adão Rolim apresentou um orçamento do projeto, com previsão de equipamentos e custeio, estimado em R$ 42 milhões, ao longo de 5 anos.

Em contrapartida, Neri Geller disse que o ministério pode apoiar os produtores por meio do programa ABC e também se comprometeu em pleitear, junto à presidência da República, a liberação de recursos para o projeto.

Descartando incluir as obras no PAC, o ministro ainda disse que o consórcio é a melhor forma de solucionar o problema e que é preciso dividir a responsabilidade entre municípios, estado, governo federal e produtor rural.

“Não há mistério. É necessário fazer um trabalho topográfico nas microbacias e ter equipe competente, maquinário e óleo diesel para fazer a contenção das águas. É preciso principalmente vontade política”, disse o ministro da Agricultura.

Para o prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos, a reunião foi muito produtiva em função da união dos três senadores em favor da recuperação do Rio Taquari. “Essas coisas acontecem quando há esse tipo de entrosamento entre prefeitos e parlamentares”, afirmou.

Segundo a assessoria do senador Moka, os parlamentares sul-mato-grossenses vão se reunir com os ministros da Integração Nacional, da Agricultura e do Planejamento para decidir sobre a possibilidade de realocação parcial dos recursos destinados via emendas parlamentares no orçamento de 2014 para o projeto de recuperação do Taquari. A intenção é permitir que o Ministério da Agricultura viabilize algumas ações ainda este ano.

“O ministério da Agricultura pode se responsabilizar como repassador de recursos e fiscalizador. Mas é preciso ter todo o recurso necessário. Caso contrário, é queimar dinheiro, porque sem continuidade, se perde o que já foi aplicado”, disse o ministro Neri Geller.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions