A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

30/05/2011 14:34

Monitoramento de gases de veículos começa a ser feito na Júlio de Castilhos

Angela Kempfer

A partir de amanhã, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano começa a verificar a emissão de gases poluentes de veículos na avenida Julio de Castilhos, uma das mais movimentadas de Campo Grande.

Desde a semana passada, a estação móvel de monitoramento funciona no pátio da fábrica da Coca-Cola, na avenida Gury Marques. O equipamento é itinerante como forma de elaborar um Inventário de Emissão Atmosférica por Veículos Rodoviários, previsto no Plano de Controle de Poluição Veicular), uma determinação do Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente).

O documento também terá números da frota, tipo do veículo, do motor e do combustível, idade do veículo, entre outros. O próximo ponto a receber o medidor será a avenida Afonso Pena, na área central.

Estação móvel faz monitoramento de gases. (Divulgação)Estação móvel faz monitoramento de gases. (Divulgação)



Também concordo com o Pedro Paulo Ayala Gonçalves, uma vez um amigo me disse assim: " ...e se de repente fosse cortado o suprimento de ar como fazem com a energia elétrica...??? o que é que você faria?" chamando a minha atenção para importância do ar em nossa vida. Então, espero que a prefeitura pegue firme neste caso e não permita uma outra qualidade de ar que não seja a pura.
Parabéns ao Nelsinho pela importante iniciativa.
 
Fernando Gonçalves em 31/05/2011 11:12:40
Concordo com o PEDRO PAULO AYALA GONÇALVES, em relação as caminhonetes que soltam aquela nuvens de fumaça negra em nosso ar para respirarmos. O problema é que nosso governo federal não está se importando com isto, porque ele não faz um estoque controlador do etanol, fazendo com que nos usemos a gasolina para provocar mais a poluição.
 
wanduildo silvestre alves em 31/05/2011 09:18:07
Em países da Europa, um veiculo novo 0 KM sai com uma carga tributária super baixa da fábrica, sabemos que carros novos poluem menos, os carros velhos por lá vão tendo aumento dos seus impostos, IPVA e licenciamento aqui no Brasil, e por aqui o que acontece é o contrário, ai vemos uma grande quantidade de veículos novos nas ruas da Europa e grandes carroças poluidoras no Brasil, por que além do monitoramento o governo não deixa de ser carniceiro e adota medidas para baratear impostos de carros novos e busca melhorias para o transporte coletivo nas grandes cidades, isso acredito eu teria mais eficiência, porém a ganância é maior que o interesse coletivo.
 
Oswaldo Benites em 31/05/2011 07:50:38
A emissão de gases pode diminuir na Av julio de Castilho se tiramos o estacinamento na via que ja é apertada,pois os veiculos tem que fazer manobras por teveículos que estacionam ao longo da via sem se preocupar.Coloque faixa amarela e placa de pista de rolamento.ISSO VAI AJUDAR NA DIMINUÇÃO DE GASES.
 
luiz carlos em 30/05/2011 06:54:11
Ta, monitoramento, e depois vai acontecer o que!!!iremos ter o melhor
ar, a nivel nacional.
 
Luciano Rosa em 30/05/2011 05:33:43
Boa iniciativa da Prefeitura de Campo Grande-MS.

Parabéns SEMADUR e servidores públicos!!!

Gostaria muito de ver a Prefeitura divulgando o resultado analítico dos parâmetros monitorados, não só os resultados, mas também análise crítica tendo como referência a Resolução CONAMA 03/190 " Dispõe sobre os padrões nacionais de Qualidade do Ar".

Ontem estava observando a nuvem de material particulado em suspensão que está sobre a Área Central de Campo Grande... Alguém observou?
Provavelmente proveniente da queima de combustíveis fósseis!!

Agora, outra atitude que a Prefeitura Municipal e sua SEMADUR (Secretaria de Meio Ambiente) devem ter é com aqueles motoristas que gostam de dirigir aquelas caminhonetes que soltam uma fumaça densa e pesada... É um absurdo, um crime um cidadão fazer isso... Pior é que estes motoristas acham bonito toda essa fumaça e não tem nenhuma consciencia ambiental!! Essas caminhonetes "mexidas" são verdadeiras fontes móveis de poluição!!
As pessoas esquecem a quantidade de pedestre que temos nas ruas e que respiram o dia todo esses efluentes gasosos!!
A Prefeitura deve multar e solicitar adequação do veículo... Tem até caminhões de empresas que prestam serviços para a Prefeitura de Campo Grande que também são fontes móveis de poluição!!! Gente vamos abrir o olho na ora das contratações de empresas prestadoras de serviços!!
Vamos ser menos egoístas e parar de poluir o Ar que é tão importante para nós!!

SEMADUR desenvolva algum projeto de Lei para repreender e adequar essas fontes móveis de poluição que temos aqui!!!
O Estado de São Paulo já está monitorando através de blitz as emissões atmosféricas dos automóveis e autuando os infratores!!

Temos bons dispositivos legais no Brasil pertinentes a estes crimes.


Acho que este tipo de monitoramento atmosférico deve ser feito constantemente e nós (população) devemos ser avisados e orientados sobre a real qualidade do ar que respiramos e contribuir buscando automóveis menos poluentes e andando mais de coletivos!!

Att.
 
Pedro Paulo Ayala Gonçalves em 30/05/2011 03:57:37
Tinha que também ter "monitoramento" nas calçadas da Júlio de Castilho, pois a avenida virou um cortiço de tanta loja que expõe suas mercadorias nas calçadas, principalmente a de móveis usados.
 
Maressa Andara em 30/05/2011 02:52:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions