A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

29/01/2016 15:47

MP define situação de 20 fazendas investigadas por danos ambientais em fevereiro

Liana Feitosa

O MPE/MS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) publicou a pauta da 1ª reunião ordinária do Conselho Superior do MPE deste ano. Entre os assuntos que serão discutidos está a apuração de irregulares e danos ambientais em pelo menos 20 propriedades rurais, conforme lista disposta no Diário Oficial do órgão desta sexta-feira (29).

Veja Mais
Com chuvas constantes, ribeirinhos temem “supercheia” no Pantanal
PMA autua empresa por degradação de área protegida no Pantanal

As propriedades investigadas ficam em várias cidades do Estado. No entanto, existem municípios com até 5 fazendas na mira do Ministério Público, como é o caso de Campo Grande. Em Camapuã, a 133 quilômetros da Capital, são 4 propriedades investigadas e, em São Gabriel do Oeste, são 3.

Os inquéritos têm o objetivo de apurar a ocorrência de dano ambiental e falta de medidas de prevenção da natureza e do solo nesses locais. Em grande parte dos imóveis rurais há processo erosivo e assoreamento de rios e mananciais.

Em Campo Grande, a apuração de danos ambientais tem como foco fazendas localizada na Bacia do Guariroba, cuja APP (Área de Preservação Ambiental) pode estar prejudicada pelas atividades dessas propriedades.

Os inquéritos estão listados a partir da página 23 do Diário Oficial do MPE de hoje, que pode ser baixado no site do órgão, no canto superior direito da tela: http://www.mpms.mp.br/A reunião está agendada para o próximo dia 2 de fevereiro, às 8h30.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions