A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

28/03/2014 10:35

MPE investiga uso de produtos vencidos para análise da água no Imasul

Aline dos Santos
Programa faz monitoramento da água desde 1994. (Foto: Marcos Ermínio)Programa faz monitoramento da água desde 1994. (Foto: Marcos Ermínio)

O MPE (Ministério Público Estadual) apura a utilização de produtos químicos (reagentes) com prazo de validade expirado para análise de água nos laboratórios da UCCA (Unidade Centro de Controle Ambiental), no Imasul (Instituto do Meio Ambiente do Mato Grosso do Sul).

Veja Mais
Cidade tem manhã chuvosa, mas volume continua abaixo da média
Clima chuvoso e com máxima de 36ºC nesta sexta-feira em MS

De acordo com denúncia anônima, com uso de produtos vencidos o resultado da qualidade da água superficial, proveniente de amostras coletadas para o programa estadual de monitoramento e fiscalização ambiental e para terceiros, fica prejudicado, além de causar interpretações e ações inadequadas. A informação é apurada por meio do inquérito civil 003/2014.

Desde 14 de fevereiro, o MPE encaminhou três ofícios à Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) com prazo de dez dias pra vistoria nos laboratórios. A última solicitação é datada de segunda-feira, dia 24 de março.

Também foram solicitadas informações ao Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul). No órgão, os ofícios foram recebidos em 18 de fevereiro, 11 de março e 24 de março. Em 28 de fevereiro, o Imasul solicitou prazo de 30 dias para encaminhar os esclarecimentos.

De acordo com o diretor-presidente do Imasul e titular da Semac (Secretaria estadual de Meio Ambiente, do Planejamento da Ciência e Tecnologia), Carlos Alberto Negreiros Said Menezes, a denúncia não procede.

“Isso não existe. Havia, de fato, alguns vidros de reagentes vencidos, porque estávamos construindo o novo local de armazenamento. Mas não estavam sendo usados”, afirma. Segundo ele, os produtos são armazenados até a formação de um lote que será destinado à destruição final.

O programa de monitoramento da água é desenvolvido desde 1994 e, conforme divulgação do Imasul, é um dos mais importantes instrumentos da gestão ambiental. O projeto consiste, basicamente, no acompanhamento sistemático dos aspectos qualitativos das águas.




Trabalho no Laboratório de Hidrobiologia da Unidade Centro de Controle Ambiental do Imasul desde 2008, com a utilização de macroinvertebrados bentônicos como indicadores biológicos da qualidade das águas e do próprio ecossistema aquático dos nossos rios.
Somos uma equipe de 1 ecólogo, 2 químicas, 6 biólogas, 3 técnicos em química e 1 hidrometrista.
Somos profissionais que realmente gostamos deste trabalho, o qual não é fácil devido às dificuldades de se trabalhar com meio ambiente, mas com certeza analisamos as amostras coletadas em campo com a maior responsabilidade, pois temos o objetivo de disponibilizar ao público dados reais sobre a qualidade das águas e dos sedimentos dos nossos recursos hídricos superficiais.
 
Edmur Lavezo Gomes em 29/03/2014 20:04:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions