A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

16/08/2011 11:48

MS teve só ontem 92 incêndios florestais, número recorde em 2011

Marta Ferreira
Canavial em Chapadão do Sul em chamas. Número de focos foi recorde ontem no Estado. (Foto: Jovem Sul News)Canavial em Chapadão do Sul em chamas. Número de focos foi recorde ontem no Estado. (Foto: Jovem Sul News)

Mato Grosso do Sul registrou, ontem, o recorde do ano em número de incêndios florestais detectados pelos satélites do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Especiais). Foram 92 focos, só ontem, espalhados por todas as regiões do Estado.

Esse número equivale a 18,5% de todos os focos registrados no Estado na primeira quinzena de agosto, que é de 496.

Na avaliação de Márcio Yule, coordenador do programa PrevFogo, do Ibama, o alto número de focos de incêndios em vegetação registrados ontem se deve ao forte calor e à baixa umidade. O percentual que avalia a presença de água no ar chegou ao nível crítico de 11%, em Cassilândia.

“A umidade muito baixa faz com que a vegetação fique ressecada e o fogo se alastre mais rápido e com maior intensidade”.

Yule comentou que, este ano, a situação em relação às queimadas está mais tranquila, se comparada ao ano passado. Em 2010, Mato Grosso do Sul teve, só no mês de agosto, mais de 762 focos registrados pelos satélites do Inpe.

Setembro foi o pior mês. Foram mais de 1,4 mil focos de queimadas, uma parte considerável deles no Pantanal. Ontem, não foram registrados focos na região.

Um dos maiores focos, conforme Yule, está em Costa Rica, num canavial da usina ETH. As chamas estão sendo combatidas por integrantes da brigada da própria usina, de 150 homens. No entorno, segundo ele, homens da brigada do PrevFogo estão atuando para evitar que as chamas se alastrem e atinjam, por exemplo, o Parque Estadual da Nascente do Taquari.

Em Chapadão do Sul, um outro canavial está sendo consumido pelas chamas, na fazenda Campo Bom, arrendada pela Usina Porto das Águas. O Corpo de Bombeiros e veículos do Município foram deslocados para combater o fogo.

Campo Grande- Os dados do Inpe não consideram os incêndios em vegetação nas áreas urbanas. Em Campo Grande, que enfrenta dias de calor e tempo seco, foram 34 ocorrências só ontem, segundo o Corpo de Bombeiros.

Uma delas foi no Parque do Anhaduí, que teve 6 hectares de vegetação destruídos pelas chamas ontem.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions