A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

05/09/2012 18:10

Novo incêndio em propriedade destrói plantação e mobiliza funcionários

Helton Verão e Viviane Oliveira

Menos de 24 horas depois de destruir 300 hectares de fazenda vizinha

Mais de 100 hectares de milho foram destruídos (Foto: Simão Nogueira) Mais de 100 hectares de milho foram destruídos (Foto: Simão Nogueira)
Incêndio que aconteceu na propriedade vizinha ontem (4) (Foto: Simão Nogueira)Incêndio que aconteceu na propriedade vizinha ontem (4) (Foto: Simão Nogueira)

Um novo incêndio na região próxima a rodovia MS-060 atingiu outra fazenda em menos de 24 horas. A propriedade particular, Fazenda Canaã está localizada na estrada que liga ao assentamento Santa Mônica, saída para Sidrolândia.

A queimada teve início por volta das 12h40, toda a plantação de milho que ainda não havia sido colhida foi destruída pelo fogo. O irmão do proprietário, o agricultor Luiz Carlos Freitas, tentou descrever seu sentimento ao ver o fogo: “Foi a coisa mais triste que já vi em minha vida”.

O agricultor ressalta que além da plantação perdida, se perde muitos nutrientes do solo e material orgânico.

Funcionários das fazendas ajudaram o Corpo de Bombeiros no combate ao fogo. Cinco tratores com pulverizadores com capacidade de suportar 3 mil litros de água ajudaram na luta contra a queimada.

Durante todo o dia de ontem, os mesmos funcionários e bombeiros que combateram o fogo na Fazenda Canaã, trabalharam nesta quarta-feira na fazenda vizinha. O fogo destruiu mais de 300 hectares. O único consolo para os donos da propriedade é de que a colheita desta fazenda já havia sido feita.

O sargento dos bombeiros do quartel das Moreninhas, Nelson Martins Amorim, calcula uma média de 14 atendimentos de sua unidade para incêndios em vegetações e fazendas por dia.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, foram registrados 856 incêndios no ano passado, em Campo Grande. O mês com maior número de ocorrências foi em agosto com 177 incêndios. Em 2012, foram 554 focos até o dia 28 de agosto. Somente no mês passado foram 198 focos. Os números são de incêndios em vegetação, terreno baldio e plantações em chácaras e fazendas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions