A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

20/04/2016 06:41

Onça-parda resgatada em rodovia pode ficar paraplégica após acidente

Caroline Maldonado
Animal está no Cras (Centro de Recuperação de Animais Silvestres) em Campo Grande (Foto: Divulgação/Semade)Animal está no Cras (Centro de Recuperação de Animais Silvestres) em Campo Grande (Foto: Divulgação/Semade)

A onça-parda atropelada no último domingo (18) e socorrida na região sul do Estado continua sem o movimento das patas traseiras e espera exame de raio-x, que pode constatar lesão na medula, o que pode deixar o bicho paraplégico.

Veja Mais
Onça é encontrada por amigos e socorrida após atropelamento na MS-160
Sábado começa chuvoso na Capital, e máxima em MS será de 33º C

O animal, que é um macho e não fêmea como indicavam as primeiras informações, foi encontrado na MS-160, entre Sete Quedas e Tacuru, a 427 quilômetros de Campo Grande.

Conforme a Semade (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico), a onça recebeu os cuidados de um veterinário no quartel da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Mundo Novo e agora está no Cras (Centro de Recuperação de Animais Silvestres) em Campo Grande.

A onça foi encontrada por amigos, que viajavam pela rodovia. O resgate deu trabalho aos policiais, pois o animal estava extremamente machucado e assustado.

Conhecida também como puma ou suçuarana, a onça-parda é encontrada em toda a América, desde o Canadá ao extremo sul do continente. Ela vive em torno de 15 anos e em alguns locais pode atingir até 100 quilos. É um animal solitário e prefere viver em lugares de difícil acesso, florestas, desertos e montanhas. Geralmente, a suçuarana caça ao entardecer.

Onça foi encontrada por amigos, que viajavam pela rodovia (Foto: Divulgação/Semade)Onça foi encontrada por amigos, que viajavam pela rodovia (Foto: Divulgação/Semade)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions