A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

19/10/2014 14:21

Operação da PMA autua 19 pessoas por pesca predatória e caça

Liana Feitosa

Para evitar ações de pesca predatória a PMA (Polícia Militar Ambiental) fez operação de fiscalização no Parque Várzeas do Ivinhema e nas imediações dos municípios de Naviraí, Juti, Itaquiraí, Nova Andradina, Ivinhema, Dourados, Fátima do Sul e Rio Brilhante. Como resultado, 19 pessoas foram autuadas por pesca predatória, pescar sem licença, porte ilegal de motosserra e, uma, por caça. 

Veja Mais
Cidade tem manhã chuvosa, mas volume continua abaixo da média
Clima chuvoso e com máxima de 36ºC nesta sexta-feira em MS

Segundo a PMA, uma espingarda calibre 38, com seis munições, foi apreendida com um grupo de turistas paranaenses, indicando que com a arma, o grupo pretendia caçar na região. 

A ação faz parte da operação pré-piracema, começou na última quinta-feira (16), envolveu 35 homens e se encerrou às 8h de hoje (19). As oito pessoas do estado do Paraná foram presas quando estavam em uma embarcação na área do Parque Várzeas do Ivinhema

Um barco, um motor de popa, uma fisga - que é petrecho proibido, e dois quilos de peixes também foram apreendidos com eles. O grupo foi autuado em flagrante por pesca predatória e um deles por caça e por porte ilegal de arma. Ao receberem voz de prisão, foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Naviraí, distante 366 km de Campo Grande. O grupo foi multado em um total de R$ 12.560,00.

Outras apreensões - Ainda de acordo com a PMA, outros 70kg de pescado foram apreendidos e R$ 7.380 em multas foram aplicados devido a outras infrações. Petrechos como 173 anzóis de galho, redes, molinetes e carretilhas, assim como motores de popa e cinco barcos, também foram apreendidos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions