A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

03/08/2016 10:48

Órgãos ambientais mudam resolução para controlar queimadas em MS

Priscilla Peres

Para intensificar a prevenção de queimadas em florestas de Mato Grosso do Sul, órgãos estaduais ligados a questão ambiental se reuniram ontem para alterar uma resolução em que deixa mais rígida a queima de restos agropastoris como método de manejo.

Veja Mais
Cidade tem manhã chuvosa, mas volume continua abaixo da média
Clima chuvoso e com máxima de 36ºC nesta sexta-feira em MS

De acordo com o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), o número de queimadas e focos de incêndio em Mato Grosso do Sul aumentou 10% no primeiro semestre do ano, passando de 1.381 ocorrências no ano passado, para 1518 focos este ano.

Com a estiagem e a intensificação do tempo seco em agosto, representantes do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente) e da Semade (Secretaria de Meio Ambiente de MS) se reuniram ontem para tratar o assunto. A mudança na resolução conjunta nº 01, foi publicada no diário oficial de hoje.

A mudança inclui a queima controlada de restos de agropastoris como método de manejo e controle fitossanitário e de vetores, aos itens permitidos desde que ocorram mediante autorização prévia emitida pelo Imasul (Instituto de Meio Ambiente de MS).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions